De Quem é o belo Olho -Sri Chinmoy, Poemas

De Quem é o belo Olho, a todo momento

Enviando-me arrepios de deleite?

Foi Você quem me deu

O infinito Amor da Sua Luz interior?

Eu não sei quem eu sou.

Você e eu secretamente nos encontramos

E compartilhamos as visões e a missão,

As ideias e ideais divinos dos nossos corações.

Ninguém mais sabe

Salvo e exceto nós dois.

-Sri Chinmoy.

Meus poemas favoritos – escritos por Sri Chinmoy

 

A Sempre-Nova Visão

e

A Sempre-Ancestral Realidade

*

 

Poemas de Sri Chinmoy

Título original: “The Ever-New Vision and the Ever-Ancient Reality”

Traduzidos ao português pelo Centro Sri Chinmoy Brasil

3/set/2013

 

 

 

*

 

 

Uma seqüência interminável de céus

Onde não há ar.

Um anseio interior me compele a trazer

Uma guirlanda de poemas

Para adorá-Lo.

O altar está vazio.

Quero preenchê-lo;

Quero cobri-lo de poemas,

Com uma guirlanda de poemas.

Sei que é apenas assim

Que posso esquecer dos sofrimentos e alegrias

Que devem ser esquecidos.

 

*

 

Meu Amado, eu amo Você.

Eu Lhe trouxe

Algumas belas flores

Que colhi hoje pela manhã.

Eu desejo adorá-Lo com estas flores.

Ah, Você sorri porque sabe

Que estas flores, na verdade, pertencem a Você.

Estou decorando-O com Seus próprios presentes.

 

*

 

As nuvens velejam em direção a um mundo desconhecido,

Enfeitadas com beleza miríade.

Um rosto sorridente as acompanha.

As nuvens velejam em direção a uma terra desconhecida.

Ó céu, conte-me para onde as nuvens viajam.

Pergunto com olhos cheios de lágrimas.

Ó céu, você fará minha vida tão luminosa

E bela quanto as nuvens?

Ó céu, conte-me para onde as nuvens velejam.

 

*

 

Pelo toque de quem o lírio sorri

E abre seu botão-beleza?

A luz-de-lua da beleza de quem

Eu vejo no lírio?

Quem é o Olho de meu olho?

Quem é o Coração do meu coração?

Ora, por que eu não O vejo,

Sua Face de Beleza Transcendental,

Mesmo em meus sonhos?

 

Paciência, paciência, paciência, o que você precisa é de paciência

.

Patience, patience, patience, what you need is patience. In the heart of your patience you will discover peace-blooms and satisfaction-blossoms.

 .

Paciência, paciência, paciência, o que você precisa é de paciência. No coração de sua paciência você descobrirá flores-paz e botões-satisfação.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
Peace, Agni Press, 1995.

Você não foi feito para fracassar

.

You are not meant to fail. You are meant always to succeed and proceed. When you stop cherishing your insecurity, jealousy and feeling of unworthiness, you are bound to succeed as well as proceed.

 .

Você não foi feito para fracassar. Você foi feito sempre para triunfar e progredir. Quando deixa de acalentar a sua insegurança, inveja e sentimento de menos valia, você está destinado a triunfar e progredir.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução

Realização e Imortalidade

.

“Krishna afirma que a realização-do-eu, ou a realização da Imortalidade, deve ser alcançada durante a vida no corpo, e em nenhum outro lugar. Assim como cada ser humano cria limitação, imperfeição e apego, também ele é capaz de transcendê-los. Por fim, ele entrará nos planos de plenitude, perfeição e liberdade.”

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
COmmentaries on the Bhagavad Gita

Seguir a própria natureza

.

Todos os seres devem seguir suas próprias naturezas. Não há escapatória, nem poderia haver. O que as restrições poderiam realizar? O dever do homem é a bênção incomparável do Céu. Deve-se conhecer o seu próprio dever. Uma vez que o dever é conhecido, deve ser realizado até o último.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
Commentaries on The Bhagavad Gita, Sri Chinmoy

Dificuldades

.

Dificuldades irão testá-lo,

Mas não podem fazê-lo fracassar.

.

Dificuldades irão testá-lo,

Mas não podem estraçalhá-lo.

.

Dificuldades irão testá-lo,

Mas não podem devorá-lo.

.

Você é filho de Deus –

Nada pode fazê-lo fracassar.

.

Você é o Som de Deus –

Nada pode estraçalhá-lo.

.

Você é o Silêncio de Deus –

Nada pode devorá-lo.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
http://www.srichinmoylibrary.com/books/0096/1/14