“A adversidade lembra os homens da religião.” – Livy

 

“A adversidade lembra os homens da religião.”

– Livy

 

A adversidade lembra os homens da sua beleza-coração lacrimejante e, ao mesmo tempo, da sua fragrância-alma sorridente.

 

____________________

Pérolas de Sabedoria do Ocidente e comentários devotados de Sri Chinmoy, extraídos do livro Pensadores-Filósofos do Ocidente, editora Agbook

A virilidade é tudo – Swami Vivekananda

Quanto mais velho fico, mais me parece que a virilidade é tudo. Esse é o meu novo evangelho.

– Swami Vivekananda

 

Meu Senhor Supremo, quanto mais velho fico, mais forte Você torna a minha fé na minha entrega incondicional à Sua Suprema Vontade. Essa é a minha nova descoberta.

– Sri Chinmoy

“À tristeza ofereci o meu adeus…” – John Keats

“À tristeza ofereci o meu adeus,

E pensei deixá-la muito para trás;

Mas alegre, alegremente Ela me ama:

Tão presente em mim, e tão gentil.”

– Keats

 

A tristeza nos auxilia imensamente. Ela consegue humilhar o nosso orgulho. Ela nos corrige. Ela abre nosso coração à magnanimidade e simpatia. Para conter nossos erros incontáveis e nos fazer observar-nos e colocar-nos na estrada para a perfeição, a tristeza deve necessariamente existir neste mundo.

 

____________________

Pérolas de Sabedoria do Ocidente e comentários devotados de Sri Chinmoy, extraídos do livro Pensadores-Filósofos do Ocidente, editora Agbook

Se alguém deseja boa saúde, primeiro deve se perguntar se …” – Hipócrates

Se alguém deseja boa saúde, primeiro deve se perguntar se está pronto para deixar de lado os motivos da sua doença. Apenas então será possível ajudá-lo.” – Hipócrates, médico grego

“If someone wishes for good health, one must first ask oneself if he is ready to do away with the reasons for his illness. Only then is it possible to help him.” – Hippocrates

Receita de Ano Novo – mensagem de Carlos Drummond de Andrade

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor de arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação como todo o tempo já vivido
(mal vivido ou talvez sem sentido)

para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,
novo até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?).

Não precisa fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar de arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto da esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um ano-novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

– Carlos Drummond de Andrade

I am a God-chosen warrior

My Supreme, my Supreme, my Supreme!

I must challenge all impossibilities

In my life,

For I am a God-chosen warrior.

My Supreme, my Supreme, my Supreme!

*

Meu Supremo, meu Supremo, meu Supremo!

Devo desafiar toda impossibilidade

Na minha vida,

Pois sou um guerreiro Deus-escolhido.

Meu Supremo, meu Supremo, meu Supremo!


Sri Chinmoy, My Morning Soul-Body Prayers

Meus poemas favoritos – escritos por Sri Chinmoy

 

A Sempre-Nova Visão

e

A Sempre-Ancestral Realidade

*

 

Poemas de Sri Chinmoy

Título original: “The Ever-New Vision and the Ever-Ancient Reality”

Traduzidos ao português pelo Centro Sri Chinmoy Brasil

3/set/2013

 

 

 

*

 

 

Uma seqüência interminável de céus

Onde não há ar.

Um anseio interior me compele a trazer

Uma guirlanda de poemas

Para adorá-Lo.

O altar está vazio.

Quero preenchê-lo;

Quero cobri-lo de poemas,

Com uma guirlanda de poemas.

Sei que é apenas assim

Que posso esquecer dos sofrimentos e alegrias

Que devem ser esquecidos.

 

*

 

Meu Amado, eu amo Você.

Eu Lhe trouxe

Algumas belas flores

Que colhi hoje pela manhã.

Eu desejo adorá-Lo com estas flores.

Ah, Você sorri porque sabe

Que estas flores, na verdade, pertencem a Você.

Estou decorando-O com Seus próprios presentes.

 

*

 

As nuvens velejam em direção a um mundo desconhecido,

Enfeitadas com beleza miríade.

Um rosto sorridente as acompanha.

As nuvens velejam em direção a uma terra desconhecida.

Ó céu, conte-me para onde as nuvens viajam.

Pergunto com olhos cheios de lágrimas.

Ó céu, você fará minha vida tão luminosa

E bela quanto as nuvens?

Ó céu, conte-me para onde as nuvens velejam.

 

*

 

Pelo toque de quem o lírio sorri

E abre seu botão-beleza?

A luz-de-lua da beleza de quem

Eu vejo no lírio?

Quem é o Olho de meu olho?

Quem é o Coração do meu coração?

Ora, por que eu não O vejo,

Sua Face de Beleza Transcendental,

Mesmo em meus sonhos?

 

As nuvens velejam

As nuvens velejam em direção a um mundo desconhecido,
Enfeitadas com beleza miríade.
Um rosto sorridente as acompanha.
As nuvens velejam em direção a uma terra desconhecida.
Ó céu, conte-me para onde as nuvens viajam.
Pergunto com olhos cheios de lágrimas.
Ó céu, você fará minha vida tão luminosa
E bela quanto as nuvens?
Ó céu, conte-me para onde as nuvens viajam.

.

– Sri Chinmoy.

.

tradução
http://www.srichinmoylibrary.com/

Guirlanda de Poemas

Uma sequência interminável de céus
Onde não há ar.
Um anseio interior me compele a trazer
Uma guirlanda de poemas
Para adorá-Lo.
O altar está vazio.
Quero preenchê-lo;
Quero cobri-lo de poemas,
Uma guirdanda de poemas.
Sei que é apenas assim
Que posso esquecer dos sofrimentos e alegrias
Que devem ser esquecidas.

 

.

– Sri Chinmoy.

.

tradução
http://www.srichinmoylibrary.com/

Declaração de Independência dos Estados Unidos – Thomas Jefferson

800px-Jefferson_Memorial_with_Declaration_preamble

imagem da wikipedia

“Consideramos estas verdades por si mesmas evidentes:

Que todos os homens são criados iguais, sendo-lhes conferidos pelo seu Criador certos Direitos inalienáveis, entre os quais se contam a Vida, a Liberdade e a busca da Felicidade.

Que, para garantir-lhes tais direitos, os governos são instituídos entre os homens.

Declaramos e publicamos solenemente que estas colônias são e por direito devem ser estados livres e independentes…

E para o apoio desta declaração, com firme confiança na proteção da divina Providência, mutuamente investimos nossas vidas, riquezas e sagrada honra. ….”

stone.tif

Descuidados

Descuidados e tolos

Dissemos à paz

Que não precisávamos dela.

E agora,

Apesar do nosso novo despertar

E de um novo entendimento,

Não estamos de forma alguma perto

Do mar da paz,

Nem tampouco perto

Da montanha da paz.

– Sri Chinmoy.

.

tradução
Twenty-Seven Thousand Aspiration-Plants, Part 177, Agni Press, 1993.

Rabindranath Tagore

.

To the birds you gave songs, the birds gave you songs in return.

You gave me only voice, yet asked for more, and I sing.

.
Aos pássaros você deu canções e, em troca, eles cantaram para você.

Você me deu apenas a voz e pediu mais, e eu cantei.

.

– Rabindranath Tagore

.

tradução
Sri Chinmoy, Mother India’s Lighthouse: India’s Spiritual Leaders, Agni Press, 1971.

Tradução de trechos dos Vedas e Upanishads por Sri Chinmoy

Prehi, abhihi, dhrishnuhi.

Go forward, fear not, fight.

 

Tad ejati tan naijati tad dure tad vad antike …..

That moves, and That moves not. That is far, and the same is near. That is within all this; That is also without all this.

 

Tat twam asi.

That thou art.

 

Nayam atma bala-hinena labhya.

This soul cannot be won by the weakling.

 

Yato vacho nirvartante aprapya manasa saha.

Whence the words, the power of speech, come back with the mind baffled, the goal unattained.

 

Asato ma sad gamaya.

Tamaso ma jyotir gamaya.

Mrtyor ma amrtam gamaya.

Lead me from the unreal to the Real.

Lead me from darkness unto Light.

Lead me from death to Immortality.

 

Nalpe sukham asti bhumaiva sukham.

In the finite there is no happiness.

The Infinite alone is happiness.

 

Ekamevadvitiyam.

Only the One, without a second.

 

Tach chaks ur debahitam . . .

May we, for a hundred autumns, see that lustrous Eye, God-ordained, arise before us …

 

Uru nastanve tan

Uru ksayaya naskrdhi

Uru no yandhi jivase

Give freedom for our bodies.

Give freedom for our dwelling.

Give freedom for our life.

 

Tejo joh si tejo mayi dhehi. . .

Thy fiery spirit I invoke.

Thy manly vigour I invoke.

Thy power and energy I invoke.

Thy battle fury I invoke.

Thy conquering mind I invoke.

 

Sarvam khalu idam Brahma.

Indeed, all is Brahman.

The Eternal is existence within. The Eternal is existence without.

 

 

Anandena jatani jivanti,

Anandam prayantyabhisam visanti.

From the transcendental Delight we came into existence; in Delight we grow and play our respective roles; and at the end of our journey’s close we enter into the Supreme Delight.

 

Aum,

Purnam adah, purnam idam, purnat purnam udacyate

Purnasya purnam adaya purnam evavatsisyate.

Infinity is that.

Infinity is this.

From Infinity, Infinity has come into existence.

From Infinity, when Infinity is taken away, Infinity remains.

 

Pranavo dhanuh saro atma …

AUM is the bow and Atma , the Self, is the arrow; Brahman is the target.

 

Charai veti, charai veti.

Move on, move on.

 

Aum bhur bhuvah svah

Tat savitur varenyam

Bhargo devasya dhimahi

Dhiyo yo nah pracodayat.

We meditate on the transcendental glory of the Deity Supreme, who is inside the heart of the earth, inside the life of the sky, and inside the soul of the heaven. May He stimulate and illumine our minds.

.

Sri Chinmoy, The Upanishads: The Crown Of India’s Soul, Agni Press, 1974.

ANO NOVO – Textos, mensagens e poemas sobre o ano novo

 

Pergunta: Do ponto de vista espiritual, o Ano Novo tem algum significado especial?

Sri Chinmoy: Do ponto de vista espiritual, o Ano Novo tem um significado especial. Na véspera do Ano Novo, uma nova consciência desperta na Terra. Deus uma vez mais inspira cada ser humano, cada criatura, com nova esperança, nova luz, nova paz e novo deleite. Deus sempre quer que sigamos em frente. Ele não quer que olhemos para trás. Sabemos que, quando um corredor corre rápido e olha para trás, ele cai. Assim, quando olhamos o tempo todo para trás, para o ano que estamos deixando de lado, pensamos em nossa tristeza, frustração, fracasso e assim por diante. Mas, se olharmos para frente, veremos a esperança despertando dentro de nós. Veremos uma nova luz iluminando a nossa consciência.

Cada Ano Novo é como um degrau na escada de consciência, que temos de subir. Quando o Ano Novo desperta, temos de nos fazer conscientes do fato de que temos de nos transcender neste ano. Temos de ir além das nossas conquistas atuais. Quando temos esse tipo de firme determinação, Deus faz descer Suas Bênçãos prediletas sobre nossas cabeças. Deus diz: “O Ano Novo desperta e uma nova consciência desperta dentro de você. Corra para a Meta destinada.” Nós ouvimos a Deus. Ouvimos os ditames de nosso Piloto Interior e corremos em direção à Meta derradeira. O Ano Novo nos energiza, nos encoraja e nos inspira a correr em direção a essa Meta derradeira.

*

Question: From the spiritual point of view, does the new year any specific significance?

Sri Chinmoy: From the spiritual point of view, the new year has a specific significance. On the eve of the new year, a new consciousness dawns on earth. God once again inspires each human being, each creature, with new hope, new light, new peace and new bliss. God always wants us to move ahead; He does not want us to look back. We know that while a runner is running fast, if he looks back, he drops to the ground. Similarly, if we are constantly looking behind at the year that we are leaving aside, we will think of our sorrow, misery, frustration, failure and so forth. But if we look forward, we will see hope dawning ahead deep within us. We will see a new light illumining our consciousness.

Each new year is like a rung on the ladder of consciousness that we have to climb up. When the new year dawns we have to make ourselves conscious of the fact that we have to transcend ourselves this year. We have to go beyond our present achievement. When we have that kind of firm determination, God showers His choicest Blessings upon our devoted heads. God says: “The new year dawns and a new consciousness dawns within you. Run toward the destined Goal.” We Listen to God. We listen to the dictates of our Inner Pilot and we run toward the ultimate Reality. The new year energises us, encourages us and inspires us to run toward that ultimate Goal.

.

1966

Que a humanidade suba um degrau

Na escada do crescimento divino

E realize em Sua alma

A Doçura, Alegria, Luz e Paz

Do Supremo.

 

Por simples plenitude de coração,

Que os lábios da verdade falem

E as mãos da verdade ajam

No ano de 1966.

 

O Ano Novo – o que ele pode nos ensinar?

Ele pode nos ensinar o segredo da auto-dependência espiritual.

Ele pode nos ensinar como podemos ser nossos próprios mestres e salvadores.

 

Do Novo Ano podemos aprender que Deus é Deus

Apenas quando Deus é o nosso Deus e não o meu Deus.

Do Novo Ano podemos aprender que a verdade é a verdade

Apenas quando a verdade é a nossa verdade e não a minha verdade.

A todo momento, nós mesmos podemos ser uma bênção para nós e para o mundo todo.

Que o abraço universal do Ano Novo

Floresça como um permanente Sorriso de Vitória

Na Face do Supremo.

 

1967

Levante! O seu Senhor Supremo está chamando você.

Acorde! O seu Senhor Supremo está esperando você

No Mar de Consciência Transcendental.

Ande! O Seu Senhor Supremo aguarda

A sua certa e segura chegada.

Marche! É você quem realizará

O seu Senhor Supremo nesta mesma vida.

Corra! É você quem satisfará

O seu Senhor Supremo nesta vida

Aqui na Terra.

Voe! A sua Meta é

O sempre-transcendente Além.

tradução
http://www.srichinmoylibrary.com

28 de dezembro – Dia do Salva-Vidas

Uma vida de entrega incondicional
É, ao mesmo tempo, o salva-vidas do buscador
E o preenchedor-Vida de Deus.

.

A life of unconditional surrender
Is at once the seeker’s life-saver
And God’s Life-fulfiller.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
Twenty-Seven Thousand Aspiration-Plants, Part 6, Agni Press, 1983.

Apocalipse

Dentro e fora, sou o cosmos vasto;

Em alegre gesto, lanço tudo e tudo recolho.

Um Espírito sem nascimento e sem morte, que se move e é imóvel

Sempre reside em mim, para ouvir meu chamado

Sou eu quem crio na Terra minhas alegrias e tristezas

Para satisfazer minha busca inigualável em meu jogo,

Velo minha face de verdade com silhuetas douradas

E vejo a noite-cobra e dia-serpente

Um Deleite-Consciência eu sinto em cada alento;

Sou a auto-amorosa criança do Sol

Ao bel-prazer, destruo e crio minha bainha-símbolo

E participo livremente do jogo do mundo.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
http://www.srichinmoylibrary.com

25 de dezembro – Sobre o Natal

Pergunta: O Natal, da forma que é celebrado, eleva a consciência de alguma forma?

Sri Chinmoy: Se é uma questão de consciência espiritual, então não. Mas tratando-se de consciênscia de entusiasmo, vital, exuberante, o Natal ajuda. Apenas em raros locais, em casas on as pessoas são realmente devotadas ao Cristo, nesses poucos locais, a consciência se eleva. No todo, as decorações que você ve nas lojas e nas ruas e em tantos outros lugares não elevam a consciência. É apenas um jogo, como crianças brincando. Ajuda no sentido de que, quando há o Natal ou outra ocasião especial, a tensão vai embora da mente e fortalece as possibilidades do vital – não num sentido ruim, mas num sentido positivo. Alguma esperança desperta no vital e a tensão da mente vai embora. Isso acontece de forma positiva e é uma grande bênção.

Ms. Wendy Brown: Does Christmas, the way it is celebrated, elevate the consciousness in any way?

Sri Chinmoy: If it is a matter of spiritual consciousness, it does not elevate the consciousness. But if it is a matter of enthusiastic consciousness, vital consciousness, exuberant consciousness, it does help, Only at rare places, in some private homes where people are really devoted to Christ, there in those few places, the consciousness is elevated. On the whole, the decorations that you see in stores and on streets and so many other places do not at all elevate the consciousness. It is only a game, just like children playing. It helps to some extent in this respect, that when you have Christmas or some other special occasion, it takes away tension from the mind and strengthens the possibilities of the vital—not in a bad sense, in a good sense. In the vital some hope dawns and the tension of the mind goes away; that is in a good sense and it is a great blessing.

 

.

tradução
Aspiration-Tree, Agni Press, 1976.

21/dezembro – dia do atleta

Pergunta: Qual a melhor postura para um atleta durante os treinos e competições, e como essas posturas devem trabalhar juntas?

Sri Chinmoy: O atleta, durante os treinos, deve sentir que está se preparando para se tornar uma bela flor. Então, na hora da competição, deve sentir que se tornou essa flor e está todo pronto para se colocar aos Pés de seu Senhor Supremo. Mas estou falando do atleta-buscador. Se o atleta não é um buscador, então ele tem que sentir que há um dia especial para toda e cada coisa na vida. Para celebrar esse dia especial, temos de nos preparar por um longo tempo. É como um exame final. Na hora do exame final, vemos o resultado de nossa preparação. E por isso é um dia importante, muito significativo. Um atleta não consegue manter sua seriedade, disposição e entusiasmo sempre no mesmo nível durante o ano todo. Assim, em um dia particular, no dia da competição, ele poderá manter todas as boas qualidades que são necessárias para provar ao mundo que ele é um excelente atleta.

.

Question: What do you think is the best attitude for an athlete to have during training and during competition, and how should these two attitudes work together?

Sri Chinmoy: The athlete, during practice, should feel that he is preparing himself to become a beautiful flower. Then, at the time of competition, he has to feel that he has grown into the beautiful flower and now is all ready to place himself at the Feet of his Lord Supreme. But I am talking about the seeker-athlete. If the athlete is not a seeker, then he has to feel that there is a special day for each and every thing in life. To observe that special day, we have to prepare ourselves for a long time. It is like a final examination. At the time of the final examination, we see the results of our preparation. So it is a momentous, most significant day. An athlete cannot maintain his seriousness, his willingness and his enthusiasm at the same level throughout the year. So on one particular day, the day of competition, he can maintain all the good qualities that are needed to prove to the world at large that he is an excellent athlete.

.

tradução
Sri Chinmoy, The Outer Running And The Inner Running, Agni Press, 1974.

Substitutos

Nós substituímos frequentemente, mas Deus não precisa de nenhum substituto. Quando jogamos um jogo, se um membro do nosso time for machucado, nós imediatamente arranjaremos um substituto. Para tudo que fazemos na Terra, estamos prontos a ter um substituto, se a necessidade exigir. Mas¨, no caso de Deus, Ele não precisa de um substituto. No Seu Time, Ele nunca quer um substituto. Por quê, por quê?

Deus quer que você esteja no Time d’Ele e ocupe uma posição especial. Ele quer que você esteja num lugar em particular, para fazer uma coisa em particular em Seu Jogo Cósmico. Você pode dizer que hoje está doente, que não está num bom momento mental, que está mentalmente perturbado, que hoje a letargia o está dominando. Você pode ter milhões de razões pelas quais quer descansar e arranjar um substituto.

Mas Deus dirá: “Você quer ter um substituto. Mas você não percebe que cada e toda pessoa tem uma posição designada? Em Meu Jogo Cósmico, quero que você desempenhe um papel especial. Se você Me oferece um substituto, ele, em particular, estará fora de lugar; ele já tem seu próprio papel para desempenhar. No jogo de futebol cósmico, Eu posso lhe pedir que jogue de centro-avante e, a um amigo seu, que jogue na ponta direita. Apenas por você não estar num momento alegre – por estar perturbado, por estar zangado Comigo, por alguma coisa estar errada com você – se você quiser que alguém o substitua, não acha que essa pessoa em particular estará fora de lugar? Se ele jogar no seu lugar, então não será capaz de fazer a parte dele. Se você constantemente enviar um substituto, se o mundo inteiro quiser enviar substitutos, então como todos os papéis poderão ser desempenhados? Como todas as posições que têm que ser ocupadas na Minha criação poderão ser ocupadas?

“No Meu Time cósmico, eu nunca aceitarei um substituto para você. Você tem que fazer a sua parte; ele tem que fazer a parte dele. Se eu o coloco para fazer a sua parte, a parte dele permanecerá vazia. Todos têm que fazer a sua própria parte; só assim nós podemos lutar contra a ignorância. Se cada um estiver em sua própria posição, trabalhando incansavelmente, devotadamente e incondicionalmente para Me agradar, só assim Eu posso lutar contra a ignorância. Só assim poderemos ganhar no cabo-de-guerra entre o não-divino e o divino, entre a escuridão-ignorância e a luz-sabedoria. Eu nunca aceitarei um substituto. Aceitar um substituto é enfraquecer o time. Se substituirmos um jogador em particular, quem irá ocupar o lugar que ficará vago?”

Não pode haver substitutos no Time de Deus. Desempenhe o seu papel, deixe que o outro desempenhe o dele e deixe-me desempenhar o meu. Somente assim nosso Supremo Piloto, nosso Supremo Capitão, será capaz de conquistar a vitória. E essa vitória é para quem? Não apenas para Ele, mas também para nós. Pois nós somos um, eternamente um. Pai e filhos são eternamente um, Mãe e filhos são eternamente um. Logo, não pode haver substitutos no Jogo Cósmico de Deus.

 

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
Everest-Aspiration Part 4, Agni Press, 1977.

10 de Dezembro – Dia dos Direitos Humanos

Ó Direitos Humanos Divinos!
Na harmonia-mundo vocês brilham.
Vocês são a Voz da Luz
e azul Altura-Perfeição.
De vocês é o papel supremo
de mudar o mal-cosmos.
Vocês são a única força
Da extensão-Visão do Céu.
Divisão-amarras-perdição
Nunca mais –
Tudo é florescer-unicidade.

.

O Human Rights Divine!
In harmony-world you shine.
You are the Voice of Light
and blue Perfection-Height.
Yours is the supreme role
to change the cosmos-dole.
You are the only strength
of Heaven’s Vision-length.
Division-bondage-doom
no more—
All oneness-bloom.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
Einstein: Scientist-Sage, Brother Of Atom-Universe, Agni Press, 1979.

Grupo de Meditação das Nações Unidas

.

United Nations Meditation Group

.

WE BELIEVE

…. that each man has the potentiality of reaching the Ultimate Truth. We also believe that man cannot and will not remain imperfect forever. Each man is an instrument of God. When the hour strikes, each individual soul listens to the inner dictates of God. When man listens to God, his imperfections are turned into perfections, his ignorance into knowledge, his searching mind into revealing light and his uncertain reality into all-fulfilling Divinity.

ACREDITAMOS

…. que cada homem tem o potencial de alcançar a Verdade Última. Também acreditamos que o homem não pode e não será imperfeito para sempre. Cada homem é um instrumento de Deus. Quando chegar a hora, cada alma ouvirá os ditames interiores de Deus. Quando o homem ouve a Deus, suas imperfeições são transformadas em perfeições, sua ignorância, em conhecimento, sua mente buscadora, em luz reveladora, e sua realidade incerta, em uma Divindade tudo-preenchedora.

– Sri Chinmoy

 

.

tradução
The Garland Of Nation-Souls, Agni Press, 1972.

8 de dezembro – Dia da Justiça

A Corte de Divina Justiça

A corte de justiça humana me diz que aquilo que eu planto eu colho. A Corte de Divina Justiça me garante que quando penso devotadamente em Deus, Ele sorridente e benignamente aparece diante do olho do meu coração.

A justiça humana quer me oferecer proteção. A Divina Justiça me oferece proteção, iluminação e perfeição. A justiça humana é justa. A justiça humana é uma força ameaçadora. A justiça humana é uma lei vinculadora. A Divina Justiça é Amor. A Divina Justiça é auto-doação. A Divina Justiça é preenchedora.

(continua)

.

– Sri Chinmoy

tradução
The Garland Of Nation-Souls, Agni Press, 1972.

8/dez – Dia da Família

Como uma família pode aspirar?

Sri Chinmoy: Uma família pode aspirar da mesma forma que uma árvore aspira. Uma árvore aspira com seus ramos, folhas, flores e frutos. Como cada ramo, cada folha, cada flor e cada fruto tem um desejo intenso de agradar o homem, também cada membro da família humana pode desenvolver um forte desejo de agradar Deus a Fonte. Esse desejo de agradar Deus é justamente a aspiração do homem.

.

tradução
Aspiration-Tree, Agni Press, 1976.

15/nov – Proclamação da República do Brasil

Poesia que brota de um coração devoto leva corações alheios ao sempre-doce Uno e faz deles uma República com Ele como Presidente. Nenhuma outra faculdade divina talvez tenha um poder maior de transcendência dos limites até o ilimitável. Nos dias brilhantes que estão despertando sobre o mundo, podemos buscar o fermento da poesia transcendental para erger toda a massa humana.

*

Poetry that springs from a devout heart leads kindred hearts to the ever-sweet One and makes of them a Republic with Him for President. No other divine faculty perhaps has a greater power of transcendence over limits to the illimitable. In the bright days that are dawning upon the earth well may we look for the leaven of transcendental poetry to uplift the whole human mass.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
Sri Chinmoy, Philosopher-Thinkers: The Power-Towers Of The Mind And Poet-Seers: The Fragrance-Hours Of The Heart In The West, Agni Press, 1998.

14/nov – Dia do Supermercado!

Você quer estar na vida espiritual somente – mas onde? Nas cavernas dos himalaias ou na arena do mundo? Uma vida espiritual verdadeira quer dizer levar nosso Amado Supremo dentro do nosso coração. Quando você vai ao escritório, quando vai ao supermercado, você pode levar o Supremo dentro de seu coração e sua mente. A cada momento você pode tentar manifestar o Supremo

*

You want to be in the spiritual life only, but where? In the Himalayan caves, or in the world-arena? Real spiritual life means carrying our Beloved Supreme inside our heart. When you go to the office, when you go to the supermarket, you can carry the Supreme inside your heart and inside your mind. At every moment you can try to manifest the Supreme.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
http://www.srichinmoylibrary.com

ESCOLHA

traduzido por Itkila Pereira

Queridos buscadores, queridos irmãos e irmãs, queridos aspirantes à Meta última mais elevada, quero dar uma palestra sobre o assunto da escolha. Quem fez a primeira escolha: Deus ou eu? Minha mente pensa que fui eu quem escolhi Deus. Meu coração sente que Deus e eu nos escolhemos simultaneamente. Minha alma sabe quem foi Deus quem me escolheu primeiro, bem antes de eu ter até mesmo sonhado em escolhê-Lo.

Cada ser humano é um escolhedor. Ele escolhe a humanidade para obedecer suas ordens expressas. Ele escolhe Deus para escutar as orações de sua alma. O animal no homem escolhe a destruição da vida. O humano no homem escolhe a admiração do mundo. O divino no homem escolhe a realização em Deus. O Supremo no homem escolhe a perfeita Perfeição.

Nós escolhemos Deus quando percebemos que o mundo não precisa de nós, que o mundo não liga para nossa luz sabedoria. Somente quando o mundo exterior nos desiludiu e nosso mundo imediato nos abandonou é que pensamos em escolher Deus. Deus nos escolhe porque Ele não quer beber o néctar da Imortalidade sozinho. Deus nos escolhe porque ele não quer revelar Sua Realidade transcendental sozinho. Deus nos escolhe porque Ele não quer manifestar Sua Unicidade universal sozinho.

Nosso corpo escolhe descanso, o descanso agradável e prazeroso. Nosso vital escolhe agressão, agressão titânica. Nossa mente escolhe informação, informação enciclopédica. Nosso coração escolhe amor, amor todo preenchedor. E Deus escolhe perfeição por dentro e perfeição por fora em nossa vida interior de realização e perfeição em nossa vida exterior de manifestação.

Antes de entrarmos na vida espiritual nós escolhemos o poder do mundo exterior. Mas uma vez que entramos na vida espiritual nós escolhemos apenas a luz do mundo interior. Antes de entrarmos na vida espiritual nós escolhemos nome e fama do mundo exterior. Mas uma vez que entramos na vida espiritual nós escolhemos participar o mais devotadamente e de toda alma no Jogo cósmico de Deus para agradá-Lo e preenchê-Lo à maneira Dele.

Agora, o que é a vida espiritual? A vida espiritual é a vida de nosso despertar consciente de Deus. O que mais é a vida espiritual? A vida espiritual é a vida de nosso amar constantemente a Deus e de nosso derradeiro tornar-se Deus. Eu escolho Deus, não porque Ele é todo Poder, não porque Ele é todo sabedoria, não porque Ele é todo Luz e todo Paz, nem mesmo porque Ele é todo Amor, mas porque Ele e Eu somos um. Deus e Eu somos eternamente um. Você e Deus são eternamente um. Nós somos todos eternamente e inseparavelmente um com Deus.

Eu sou o Barco Sonho do Coração de Deus e Deus é a Margem Realidade de minha vida. Esta é a realização que cada buscador individual aqui e em todos os lugares estão destinados a atingir mais cedo ou mais tarde. Somos todos inseparavelmente um com Deus. É por esta razão e nenhuma outra que nós escolhemos Deus. Enquanto estivermos inconscientes do fato de que somos um com Deus, nos entregamos com contentamento nos prazeres da ignorância. Mas uma vez que nosso ser interior está desperto, nossa alma vem à tona e convence nossa mente física exterior do fato de que somos não somente instrumentos escolhidos de Deus, mas também companheiros eternos de Deus. Ele precisa de nós, assim como precisamos Dele. Ele é a Árvore e nós somos os galhos e folhas. O tronco da Árvore e os galhos e folhas precisam um do outro. Nós escolhemos Ele para nossa realização, assim como Ele nos escolhe para Sua manifestação. Sem Ele não podemos realizar nossa Altura absoluta mais elevada. Ao mesmo tempo, sem nós Ele não pode manifestar Sua Visão na Realidade, Sua Realidade em Visão.

Cada ser humano na terra representa Deus de acordo com sua própria capacidade e receptividade. Em e através de cada ser humano Deus manifesta a Si mesmo de uma forma específica. Cada indivíduo é de importância suprema para Ele, pois Ele mesmo escolheu cada indivíduo para exercer um papel significativo em seu Drama cósmico. Mas temos que saber que é Deus quem nos escolhe primeiro, e não nós quem escolhemos Deus. O Criador cria a criação, e então a criação admira o Criador. A criação é a escolha do criador e admiração é a escolha da criação. É através da admiração e adoração de nosso coração que nos tornamos conscientemente um com o Piloto Supremo, e é através da escolha consciente de compaixão Dele que Ele estabeleceu Sua unicidade inseparável com cada ser humano, cada criança Sua na Terra.

Dever é a escolha suprema de Deus. Ele sente que não pode haver nada mais importante que dever. Ele exerce Seu Dever a cada momento, pois sente que exercendo Seu Dever Ele está não só despertando a consciência da terra, mas também trazendo o Deleite do Paraíso para o próprio coração da Terra.

Somos ao mesmo tempo os representantes da Mãe Terra e do Pai Paraíso. Como representantes do Pai Paraíso, nossa primeira e mais importante escolha deveria ser a auto-doação ao Amado Supremo. É em nossa auto-doação que podemos manifestar a Realidade Transcendental na Terra. Como representantes da Mãe Terra, sentimos que é nosso dever inerente espalhar nossas asas como um pássaro – não para cobrir toda a extensão do mundo, mas para expandir nossa consciência terrena, para transcender os limites de nossa existência terrena. Aqui na Terra temos que mergulhar fundo para dentro e tentar espalhar nossas asas de Luz e Deleite, para que possamos crescer conscientemente na Consciência Universal sempre transcendente e expansiva.

Deus fez Sua escolha nos escolhendo; agora podemos fazer nossa escolha O escolhendo. A escolha Dele é a canção da manifestação. Nossa escolha é a canção da realização. E a realização de hoje é a manifestação de amanhã. Ao mesmo tempo, a manifestação de amanhã é apenas o começo de uma jornada para frente, para cima e para dentro. Hoje, na força de nossa escolha interior, nós vamos para frente para cima e para dentro e alcançamos nosso destino escolhido. Mas o destino de hoje será apenas o ponto de partida para nosso objetivo mais longe, mais alto e mais preenchedor de amanhã. Não há Objetivo fixo, pois estamos evoluindo. No processo de evolução, estamos correndo, voando e mergulhando em direção a um Objetivo sempre transcendente, mais profundo e mais amplo. Correr mais longe, voar mais alto e mergulhar mais profundo é a única escolha que cada buscador individual na Terra deveria conscientemente, devotadamente, sem erros e incondicionalmente fazer.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
http://www.srichinmoylibrary.com/poetry/