Divindade de Deus e Homem

.

Pergunta: Você diz que a Divindade de Deus meditou e criou o homem. Não é verdade também que o homem meditou e criou a Divindade de Deus?

Sri Chinmoy: Deus criou a divindade do homem. E, quando o homem medita, ele realiza a Divindade de Deus e se torna um com a Divindade de Deus. Quando o homem conscientemente se torna um e inseparável da Divindade de Deus, sua própria divindade e a Divindade de Deus passam a ser uma só. E nessa hora o homem sente que ele e Deus sempre foram um e inseparáveis.

Tudo começou com a Unidade de Deus. Ele era Um, mas sentiu que queria se satisfazer em e através da multiplicidade. Deus era Um, mas Ele queria ouvir a mensagem da multiplicidade na Unidade. Portanto, Ele meditou e criou a divindade do homem. O homem quer se tornar a própria imagem de Deus e ouvir a mensagem da unidade na multiplicidade. Portanto, o homem medita na Divindade de Deus. Assim é como o homem medita na Divindade de Deus, e como Deus medita na divindade do homem.

.

tradução
http://www.srichinmoylibrary.com/books/0344/1/13

Quando meditamos, nós expandimos

.

Quando meditamos, nós expandimos, abrindo as nossas asas como um pássaro, tentando entrar conscientemente no Infinito, Eternidade e imortalidade, recebendo-os na nossa consciência de aspiração. Nós vemos, sentimos e crescemos no universo de Luz-Deleite.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
http://www.meditacaolisboa.com/desenvolvendo-uma-pratica-regular-de-meditacao

Autoridade divina e autoridade humana

.

Há uma grande diferença entre autoridade divina e autoridade humana. Autoridade humana é autocracia e ditadura. A autoridade divina é baseada na força da unicidade inseparável com os discípulos. Porque o Mestre tomou responsabilidade por levar cada discípulo até Deus, ele sabe o que é melhor para o discípulo. Um ditador ou autocrata comum sente enorme prazer em ser senhor de poder sobre os outros. Mas o Mestre espiritual não sente prazer algum em sua autoridade. Ele apenas com o mais profundo cuidado que ele age, pelo bem de seus discípulos. Se diz a um discípulo algo a fazer, ele sabe que é para o progresso do próprio discípulo. Diz o Mestre: “Serei um com você em sua ignorância para poder levá-lo até a Meta.” E então a autoridade divina do Mestre encoraja o discípulo a não abusar da paciência de sua própria alma, ou da paciência do Supremo, a quem o Mestre representa.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução
http://www.srichinmoylibrary.com/books/0344

O Absoluto

.

Nem mente, nem forma, apenas existo;

Cessaram agora toda vontade e pensamento.

O derradeiro fim da dança da Natureza;

Eu sou Aquele por quem busquei.

 .

Um reino de deleite descoberto, definitivo,

Além de ambos, conhecedor e conhecido.

De um descanso imenso, desfruto enfim;

Apenas o Uno encaro.

 .

Cruzei os secretos caminhos da vida;

Tornei-me a Meta.

A Verdade imutável está revelada;

Sou o caminho, a Alma-Deus.

 .

Meu espírito, sabedor de todas as alturas,

Estou calado no âmago do Sol.

Nada barganho com o tempo ou com as ações;

Meu jogo cósmico está concluído.

.

– Sri Chinmoy

.

tradução

My Flute