“Eu gostaria de escrever meus sonhos musicais num espírito de desapego pessoal.” – Claude Debussy

Claude Debussy

 

“Eu gostaria de escrever meus sonhos musicais num espírito de desapego pessoal.”

  • Claude Debussy

 

Desapego pessoal é de importância suprema. Quando temos desapego pessoal, podemos entrar no mundo da auto-transcendência. Auto-transcendência incorpora ao mesmo tempo a perfeita perfeição e a completa satisfação.

 

____________________

Comentários de Sri Chinmoy sobre os músicos clássicos extraídos do livro Pensadores-Filósofos do Ocidente, e Música, o Anseio-Coração do Êxtase, editora Agbook

Muito tempo atrás decidi que o meu universo seria a alma e o coração do homem. – Chopin

Frederic Chopin

 

Chopin, a sua valorização de Bach e Beethoven é ao mesmo tempo extremamente iluminadora e ricamente preenchedora:

“Bach é como um astrônomo que, com a ajuda de códigos, descobre as mais maravilhosas estrelas… Beethoven abraçou o universo com o poder do seu espírito… Eu não subo tão alto. Muito tempo atrás decidi que o meu universo seria a alma e o coração do homem.”

 

____________________

Comentários de Sri Chinmoy sobre os músicos clássicos extraídos do livro Pensadores-Filósofos do Ocidente, e Música, o Anseio-Coração do Êxtase, editora Agbook

 

“Nada entendo sobre música.” – Richard Wagner

Richard Wagner

 

Não sabemos como e quando e em que consciência Wagner está quando diz: “Nada entendo sobre música.”

Mas numa carta a Liszt ele declara: “O que minhas paixões exijam de mim, torno-me aquela própria coisa – músico, poeta, autor, palestrante ou qualquer outra coisa.”

O que Wagner escreveu é de instrução sublime e inspiração infalível.

 

 

____________________

Comentários de Sri Chinmoy sobre os músicos clássicos extraídos do livro Pensadores-Filósofos do Ocidente, e Música, o Anseio-Coração do Êxtase, editora Agbook

Críticas – Richard Wagner

Richard Wagner

 

Não apenas um músico de sublimes altitudes, mas um ser humano que podia suportar impiedosas chuvas de crítica, diferente da maioria dos seres humanos.

“Disseram-me que a música de Wagner é melhor do que ela soa.”

  • Mark Twain

 

“Wagner é um ser humano mesmo? Não seria uma doença, ao invés? Ele contamina tudo o que toca – enjoa a música… a arte de Wagner é doentia.”

  • Friedrich Nietzsche

 

“Felizmente para Wagner, ele possui um temperamento tão insolente que as críticas não conseguem tocar o seu coração – partindo-se do pressuposto que ele tenha um coração, do que eu duvido.”

– Georges Bizet

 

____________________

Comentários de Sri Chinmoy sobre os músicos clássicos extraídos do livro Pensadores-Filósofos do Ocidente, e Música, o Anseio-Coração do Êxtase, editora Agbook

Sobre o jovem Mozart de quinze anos

Wolfgang Amadeus Mozart

 

A insegurança e inveja reinam supremas. A geração antiga acha difícil, senão impossível, apreciar, admirar e adorar a nova geração. Mas aquele que transcendeu o poder do tempo e espaço é a nobreza encarnada. Assim, ele se torna uma dádiva especial da Divindade para a humanidade. E aquele que não possui um coração magnânimo é certamente um colossal fracasso na consciência evoluinte da humanidade.

Sobre o jovem Mozart de quinze anos, Johann Adolf Hasse disse: “Esse menino fará com que nós todos sejamos esquecidos.”

 

 

____________________

Comentários de Sri Chinmoy sobre os músicos clássicos extraídos do livro Pensadores-Filósofos do Ocidente, e Música, o Anseio-Coração do Êxtase, editora Agbook

“Não dou atenção aos elogios ou críticas de ninguém… eu simplesmente sigo a minha intuição.” – Mozart

Wolfgang Amadeus Mozart

 

Se você conseguir permanecer inalterado tanto ao ser lançado no abismo abissal quanto içado aos céus, conseguirá alcançar e oferecer algo divinamente grandioso e supremamente bom. Quando o compositor fecha seus olhos e ouvidos ao mundo enquanto compõe, seus olhos e ouvidos interiores veem a beleza do Céu e ouvem as mensagens do Paraíso. E ele merece seu lugar na galáxia de Imortais.

Mozart escreveu para o seu pai: “Não dou atenção aos elogios ou críticas de ninguém… eu simplesmente sigo a minha intuição.”

 

 

____________________

Comentários de Sri Chinmoy sobre os músicos clássicos extraídos do livro Pensadores-Filósofos do Ocidente, e Música, o Anseio-Coração do Êxtase, editora Agbook

“Se eu estava no meu corpo ou fora dele enquanto a escrevi, eu não sei. Deus sabe.” – Handel

George Frederic Handel

 

Quando o compositor está carregado de inspiração, aspiração e dedicação das Alturas transcendentais, ele vai muito além do limite-corpo. Ele traz o deleite da Imortalidade e o distribui ao mundo todo. Ele se torna o pioneiro da jornada Céu-ascendente da Terra.

Ao compor o Coro de Hallelujah, Handel nos disse: “Se eu estava no meu corpo ou fora dele enquanto a escrevi, eu não sei. Deus sabe.”

Deus o Agente escolhe o seu instrumento dedicado para revelá-Lo e manifestá-Lo na Terra de uma forma nunca antes vista.

 

____________________

Comentários de Sri Chinmoy sobre os músicos clássicos extraídos do livro Pensadores-Filósofos do Ocidente, e Música, o Anseio-Coração do Êxtase, editora Agbook