Como meditar corretamente

textos de Sri Chinmoy, dos sites www.meditacaosp.com, www.meditacaobrasil.com e br.srichinmoycentre.org

when-we-return-deep-within-menaka 

 

ATIVIDADE FÍSICA

 

Preparo físico e espiritualidade devem andar juntos. São como duas pernas. Com uma perna apenas, não poderei andar. Necessito das duas pernas. Por isso, é importante fazer exercícios físicos todos os dias.

 

Se a pessoa não se exercitar nem um pouco, o físico permanecerá obscuro, letárgico e será um verdadeiro obstáculo para o buscador. Se a consciência física não aspirar, ela permanecerá separada da alma. Então, tenha certeza, essa pessoa nunca conseguirá atingir a perfeição. O físico tem de aspirar de seu próprio modo e aumentar sua capacidade para que possa reter luz. Só assim o físico contribuirá com o espírito e será capaz de aspirar e manifestar a luz muito mais.

 

O objetivo não é se tornar o melhor atleta do mundo. Nosso objetivo é manter o corpo em forma para desenvolver dinamismo e dar alegria inocente ao vital.

 

MEDITAÇÃO DIÁRIA

 

Se uma pessoa segue um caminho espiritual, ela tem de meditar pelo menos uma vez por dia. Isso é obrigatório. Do contrário, é inútil seguir o caminho espiritual. Melhor ainda é meditar três vezes por dia, mas, se isso não for possível, medite pelo menos uma vez por dia.

 

ESTUDO, TRABALHO E DINHEIRO

 

Eu peço a meus discípulos que trabalhem ou estudem. Se você trabalhar, se ganhar um salário honesto, poderá levar uma vida normal. É absolutamente necessário levar uma vida normal.

 

Normalmente eu aconselho as pessoas a tomar seu trabalho, seja ele qual for, como um serviço dedicado.

 

O dinheiro é necessário. Se formos ao supermercado apenas com nossa aspiração espiritual, as pessoas não nos darão nenhuma comida. Se oferecermos Luz, Paz e Deleite, as pessoas apenas rirão de nós. Isso porque existem certas coisas que exigem dinheiro. Portanto, quando aceitamos a vida espiritual, não devemos evitar o dinheiro. O salário pode ser pequeno, mas se atender às necessidades, então será o suficiente.

 

PUREZA

 

Nota: No texto abaixo, Sri Chinmoy se refere várias vezes ao que ele chama de “vital”. O vital é a teia emocional de impulsos, desejos, apetites, ambições, fantasias e sonhos. O vital está sempre mandando sinais para a mente: adquira isto, experimente aquilo, conquiste isso, tema tal coisa, rejeite aquela outra etc. E, ao obedecer apenas ao vital, a mente experimenta frustração e nunca obtém paz.

 

Mas o vital não é necessariamente negativo. Quando o buscador espiritual consegue iluminar o vital com a luz da alma, a agressividade é transformada em dinamismo divino, indispensável para o cumprimento da missão da alma na Terra. O buscador deve, segundo Sri Chinmoy, trabalhar para transformar completamente seu vital emocional na mais pura vida espiritual.

 

O vital tem um mundo próprio, assim como a alma tem seu mundo. O reino vital corresponde às descrições do que alguns chamam de “reino astral”.

 

A alma permanece pura, não importa o que acontece em volta. Mas a pureza deve ser estabelecida no físico, no vital, na mente e no coração. A pureza deve ser estabelecida em todas as partes do ser.

 

Hoje podemos ter grandes pensamentos e poder interior, mas amanhã estaremos fadados a perdê-los se não formos puros. Mas quando somos puros, ganhamos tudo. Se pudermos reter pureza, nunca perderemos nada que valha a pena ter. Pureza é o alento do Supremo. Pureza tem grande poder. Podemos conseguir qualquer coisa com pureza. Com a pureza ganha, o mundo está ganho, o universo inteiro está ganho.

 

Deleite e prazer são duas coisas diferentes. Se a pessoa se importa pela vida interior, obtém deleite. Se se importa com a vida humana comum, obtém prazer. O prazer está fadado a ser seguido por frustração, pois no prazer não existe satisfação permanente. Mas o deleite, por si, é todo satisfação. Esse deleite, obtemos apenas com a união espiritual com o Divino, com nosso ser interior. Temos de saber o que queremos. Se queremos prazer, a união entre homem e mulher é o suficiente por enquanto. Mas se quisermos deleite, que é o néctar da imortalidade, a bem-aventurança imortal, então teremos de nos lançar no caminho da espiritualidade e estabelecer a união superior entre homem e Deus.

 

Para atingir a mais elevada Verdade, o buscador espiritual precisa de total purificação e transformação de seu vital inferior. Se alguém quiser obter alegria real e eterna, terá de transcender a necessidade de sexo. Se o buscador quiser ser iluminado com Paz, Luz e Felicidade sem limites, terá de finalmente transcender essa necessidade física. De outra maneira, a Paz, Luz e Deleite transcendentais continuarão sendo uma meta distante para ele.

 

Mas não tente suprimir o sexo. Se você usar sua sabedoria, experiência e luz interiores, o sexo poderá ser transcendido – e terá de ser. Mas se lutar e reprimí-lo, ele não poderá ser vencido. A maneira mais fácil de transcender algo é não prestar atenção a ele, sentir que é desnecessário. Se pensa que é necessário, ele virá tentá-lo e você sentirá que foi pego.

 

Se quiser vencer seus desejos, há apenas uma coisa a se fazer. Preste maior atenção à luz, de uma maneira positiva. Se tentar subjugar os ímpetos de seu vital de uma forma repressiva, nunca conseguirá vencer essa necessidade física. Você tem de se abrir para a luz, alcançar ou sentir a luz dentro de você.

 

Pensando constantemente em seus desejos, na vida sexual, você nunca conseguirá vencê-los. É impossível. Mesmo se pensar neles do ponto de vista de quem quer superá-los, estará cometendo um erro. Pense em outras coisas, como luz e alegria. Por meio da concentração e da meditação, poderá ter alegria e luz interiores. Você tentará trazê-las para seu físico. E seu ser físico também sentirá alegria e luz divinas. Nessa hora, a vida de prazer destrutivo vai deixá-lo e a vida de alegria preenchedora vai abraçá-lo.

 

Estará apenas enganando a si mesmo aquele que entra na vida espiritual e diz: “Devo vencer hoje, imediatamente, todas minhas propensões inferiores”. Amanhã sua mente física irá torturá-lo com dúvidas. Seu vital impuro e cruel vai tentar puni-lo de todas as formas. Ele ficará frustrado e dentro de sua frustração sua própria destruição surgirá. A vida do vital inferior deve ser transformada completamente antes que a realização em Deus aconteça. E eu aconselho meus estudantes a fazer isso gradualmente e com determinação sincera.

 

DROGAS

 

Existem dois modos de encarar a Verdade. Uma é pela meditação e pela oração. Mas aqueles que tomam drogas estão colocando o carro na frente dos bois. Estão se enganando ao pensar que já conhecem a Verdade. Ao mesmo tempo, não percebem que, ao tomar drogas, estão danificando suas faculdades interiores, espirituais, que são de total importância para entrar no reino de Deus.

 

Por meio de químicos, uma violenta mudança de consciência ocorre. Mesmo se a pessoa obtiver uma experiência elevada, não poderá mantê-la se não tomar outra dose. Mas quando oramos, nos concentramos e meditamos, entramos na Consciência viva de Deus e podemos aprender como permanecer lá.

 

Essa é a maneira positiva e natural de entrar em Deus. Deus é natural e eu sou filho Dele, você é filho Dele. Temos de seguir o processo natural. Pois, ao tomar drogas e usar esses métodos artificiais, as pessoas estarão inconscientemente – e talvez deliberadamente – negando a real Verdade.

 

Tenho alguns discípulos que costumavam usar drogas. Eles tiveram suas experiências. E eles me dizem agora que quando tomavam drogas tudo era auto-engano e auto-aniquilação.

 

Ninguém pode chegar mais perto de Deus ao tomar drogas e estimulantes. Uma pessoa só pode chegar mais perto de Deus apenas ao amar Deus e ao meditar em Deus.

 

Nota: Sri Chinmoy entende que as drogas vendidas legalmente – ou seja, bebidas alcoólicas e cigarros – também prejudicam o buscador espiritual.

 

 

DIETA VEGETARIANA

 

A dieta vegetariana desempenha um papel importante na vida espiritual. Quando comemos (qualquer tipo de) carne, a consciência agressiva e animal entra em nós. Nossos nervos ficam agitados, inquietos e agressivos e isso pode interferir na nossa meditação. Mas as qualidades serenas das frutas e vegetais, por outro lado, nos ajudam a estabelecer qualidades de doçura, suavidade, simplicidade e pureza.

 

 

Exercícios fáceis de meditação

textos de Sri Chinmoy, dos sites www.meditacaosp.com, www.meditacaobrasil.com e br.srichinmoycentre.org

yesterdays-failures-must-be-forgotten-hope

1) SIMPLICIDADE, SINCERIDADE, PUREZA, CERTEZA

 

Existem vários exercícios de meditação que qualquer principiante pode tentar. Para o buscador que deseja entrar na vida espiritual, simplicidade, sinceridade, pureza e certeza são da mais alta importância. A simplicidade lhe garantirá a paz mental. A sinceridade lhe fará sentir que você é de Deus e que Deus está constantemente com você. É o seu coração puro quem lhe fará perceber a cada momento que Deus está crescendo, brilhando e se satisfazendo dentro de você. A certeza lhe fará sentir que a meditação é, sem dúvida, o certo a se fazer.

 

Por favor, repita a palavra “simplicidade” dentro de sua mente por sete vezes, concentrando-se no topo de sua cabeça. Depois, repita sete vezes a palavra “sinceridade” com todo o seu ser, dentro de seu coração, concentrando-se nele. Depois repita por sete vezes a palavra “pureza”, dentro da região do umbigo, concentrando-se nela. Por favor, faça isso com todo o seu ser. Então focalize sua atenção no seu terceiro olho, que se localiza entre e um pouco acima das sobrancelhas, e repita “certeza” por sete vezes. Aí ponha a mão no topo de sua cabeça e diga três vezes “eu sou simples, eu sou simples, eu sou simples”. A seguir, ponha a mão sobre o coração e diga “eu sou sincero, eu sou sincero, eu sou sincero”. Por fim, coloque a mão sobre seu umbigo e repita três vezes “eu sou puro”, e sobre o terceiro olho, repetindo “eu tenho certeza”.

 

2) O PONTO

 

Se você quiser desenvolver o poder de concentração, aqui está um exercício para ser feito. Primeiro lave bem o seu rosto e os seus olhos com água fria. Depois faça um ponto preto na parede, na altura de seus olhos. Fixe o ponto, a uns 30 centímetros de distância, e concentre-se nele. Depois de alguns minutos, tente sentir que, quando você inspira, sua respiração vem, na verdade, do ponto. E que ele também está inspirando, sendo que a respiração do ponto vem de você. Tente sentir que existem duas pessoas: você e o ponto negro. Sua respiração vem do ponto e a dele vem de você. Em dez minutos, se sua concentração estiver bem poderosa, você sentirá que sua alma o deixou e entrou no ponto preto da parede.

 

Nessa hora, tente sentir que você e sua alma estão interagindo. Ela o está levando até o mundo da alma para a realização. E você a está levando ao mundo físico para a manifestação. Desse modo, poderá desenvolver o poder da concentração facilmente. Mas, para isso, esse método deve ser praticado. Existem muitas coisas que são fáceis se forem praticadas, mas justamente por deixarmos de praticá-las não obtemos resultado.

 

Obs: Você pode fazer a concentração no topo da chama de uma vela, se preferir.

 

 

3) MEU CORAÇÃO AMIGO

 

Assim como você pode se concentrar na ponta de seu dedo, numa vela, ou em qualquer outro objeto material, também pode se concentrar em seu coração. Feche os olhos ou fixe o olhar em algum ponto e fique pensando, a todo momento, no seu coração como um querido amigo. Quando esse pensamento se tornar bastante intenso, absorver toda sua atenção, você terá ido além do pensamento comum e entrado na concentração. Você não pode olhar fisicamente para seu coração espiritual, mas pode concentrar nele toda sua atenção. Então, gradualmente, o poder da sua concentração entrará no coração e o tirará completamente do domínio da mente.

 

Se você não tiver pureza em abundância, se incontáveis desejos terrenos tiverem a posse de seu coração, então, antes de se concentrar nele, invoque a pureza. Pureza é o sentimento de ter um altar vivo nos recessos mais profundos de seu coração. Quando sentir a presença divina de um altar interior, automaticamente você estará purificado. Nessa hora, sua concentração no coração será mais efetiva.

 

4) OFEREÇA A DEUS

 

Quando inspirar, sinta que está inspirando as qualidades imortais de Deus. E, quando expirar, sinta que está oferecendo a Deus toda sua ignorância.

 

 


Mantra e japa

textos de Sri Chinmoy, dos sites www.meditacaosp.com, www.meditacaobrasil.com e br.srichinmoycentre.org

a-gratitude-heart-sunrise-pink-rose-dew-1010

MANTRA E JAPA

 

Um mantra representa um aspecto particular de Deus. Cada mantra tem um significado especial e um poder interior. Pode ser uma sílaba, uma palavra, algumas poucas palavras ou uma sentença. Quando você repete um mantra muitas vezes, isso é chamado de japa (pronuncia-se “djapa”).

 

Se quiser obter total purificação de sua natureza, então o japa poderá ser muito eficiente se você o fizer de maneira sistemática, passo a passo.

 

No primeiro dia, repita quinhentas vezes “Aum” ou “Supremo” ou qualquer outro mantra que seu mestre tenha lhe dado. No dia seguinte, repita-o seiscentas vezes. No dia seguinte, setecentas. E assim por diante, aumentando cem por dia, até você atingir mil e duzentas repetições no final de uma semana.

 

Então comece a decrescer cem a cada dia até você atingir quinhentas repetições novamente. Dessa forma, você poderá subir na árvore e descer da árvore.

 

Por favor, continue esse exercício, semana por semana, durante um mês. Queira você ou não, o mundo lhe dará um novo nome: pureza.

 

 

Dicas de meditação

textos de Sri Chinmoy, dos sites www.meditacaosp.com, www.meditacaobrasil.com e br.srichinmoycentre.org

a-real-seeker-does-not-need-to-meditate

PREPARANDO-SE PARA MEDITAR

 

Quando você medita em casa, deve ter um canto em seu quarto que seja absolutamente puro e santificado – um lugar sagrado que usará apenas para meditar. Ali você pode montar um altar, onde pode manter uma foto do seu mestre espiritual.

 

Antes de começar a meditar, seria muito bom se você pudesse tomar um banho. A limpeza do corpo ajuda muito na purificação da consciência. Se não for possível tomar um banho, você deve ao menos lavar o rosto. Também é aconselhável usar roupas leves e claras.

 

Se queimar incenso e mantiver algumas flores em frente ao altar, isso também lhe ajudará. O aroma do incenso talvez lhe dê apenas uma gota de inspiração e purificação, mas essa gota pode ser somada ao seu tesouro interior.

 

O mesmo ocorre se acender velas durante sua meditação. A chama da vela por si só não lhe dará inspiração, mas, quando você a observar, imediatamente sentirá a chama da aspiração de seu ser interior subir alto, mais alto.

 

Enquanto estiver realizando sua meditação individual diária, tente permanecer sozinho. Isso não se aplica a um casal que tem o mesmo Mestre espiritual. Não há problemas se eles meditarem juntos. Do contrário, não é aconselhável meditar com outros durante sua meditação individual diária.

 

Não é bom meditar após ter ingerido uma grande quantidade de comida. O corpo tem milhares de nervos sutis, que se tornam pesados após uma grande refeição, não permitindo meditar apropriadamente. O corpo, a consciência e os nervos estarão pesados e sua meditação não será boa.

 

POSTURA

 

Quando meditar, é importante manter a coluna ereta e o corpo relaxado. Se o corpo estiver tenso, todas as qualidades divinas que fluírem para dentro de nós não serão recebidas. O corpo não deve ficar desconfortável. Enquanto você estiver meditando, seu ser interior espontaneamente o levará a uma posição confortável. E aí ficará a seu cargo mantê-la. A principal vantagem da posição de lótus é que ela ajuda a manter a coluna ereta. Mas ela não é muito confortável para muita gente. Muitos meditam muito bem sentados em uma cadeira.

 

Também não é nada aconselhável meditar deitado, mesmo para aqueles que já meditam há anos. Os que tentam meditar deitados acabam entrando em uma espécie de torpor ou devaneio interior. Além do mais, enquanto você está deitado, sua respiração não é tão satisfatória quanto a usual, numa postura ereta. E uma respiração adequada é muito importante na meditação.

 

OLHOS ABERTOS X OLHOS FECHADOS

 

Aqueles que meditam de olhos fechados costumam adormecer. Por cinco minutos eles meditam, por quinze permanecem no mundo dos sonhos. Nele não há energia dinâmica, apenas letargia, complacência e uma espécie de sensação doce, relaxante. Quando você mantém seus olhos fechados durante a meditação e entra no mundo dos sonhos, pode desfrutar de todo tipo de fantasias. Sua imaginação fértil irá convencê-lo que você está entrando nos mundos mais elevados. Existem muitas maneiras pelas quais você pode se enganar achando que está tendo uma meditação maravilhosa.

 

O melhor, portanto, é meditar com os olhos entreabertos. Dessa forma você está ao pé da árvore e, ao mesmo tempo, no galho mais alto. A parte de você que está com os olhos semi-abertos é a raiz, simbolizando a Mãe-Terra. A parte que mantém os olhos semi-fechados é o galho mais elevado, o mundo da visão, o Céu. Sua consciência está no plano mais elevado e também aqui na Terra, tentando transformar o mundo.

 

ACALMANDO A MENTE

 

Para um principiante, o melhor é começar com concentração. Do contrário, no instante em que tentar tornar sua mente calma e quieta, milhões de pensamentos indesejados entrarão e não lhe permitirão meditar nem por um segundo. Se você se concentra, desafia esses pensamentos errados que tentam entrar. Então, no começo, pratique apenas concentração por alguns minutos.

 

Para qualquer caminho de meditação que venha a seguir, o primeiro passo a ser tomado é tentar tornar a mente calma e quieta. Se a mente estiver constantemente vagando, se a todo o momento for vítima de pensamentos implacáveis, você não fará qualquer progresso.

 

A mente não é necessária para a meditação, pois pensar e meditar são duas coisas absolutamente diferentes. Quando meditamos, o pensamento não ocorre. A meta da meditação é nos livrar de todo tipo de pensamento.

 

ASSIMILAÇÃO DOS RESULTADOS

 

Depois de terminar sua meditação, você precisa assimilar os resultados dela. Só depois da assimilação, sua meditação se tornará uma experiência sólida e permanente.

 

Se você, por exemplo, entrar numa discussão com alguém logo depois de meditar, perderá tudo o que recebeu durante a meditação. Mesmo se só conversar com alguém poderá perder o que conseguiu. Por isso, você não deve conversar com ninguém logo após a meditação. Não até ter assimilado tudo. Também não deve comer logo depois. Mas pode se mover ou pode fazer alguma leitura espiritual.

 

Você deve manter a luz que recebeu por meio da atenção constante e do cuidado com a maneira como você lida com o mundo exterior.

 

REGULARIDADE E PONTUALIDADE

 

É absolutamente importante ter um horário fixo para sua meditação.

 

Suponhamos que você queira meditar às seis e meia da manhã. Se acordar às sete, sua letargia e sua preguiça levarão embora toda sua aspiração. E sua letargia tentará se justificar. Ela entrará na sua mente consciente e dirá: “Oh, eu cheguei em casa tão tarde, foi por isso que não pude levantar”. Ou dirá: “Nos últimos seis dias, eu me levantei às seis e meia. Como Deus é todo bondade, hoje Ele me perdoará”. Mas você precisa saber que a ignorância está mais alerta que sua própria aspiração. Uma vez que você comece a se justificar, não haverá fim para isso.

 

Existem muitas maneiras de sua mente se justificar por ter acordado tarde. Mas, mesmo que tenha chegado em casa tarde, isso não significa que você não fará primeiro as primeiras coisas. E a primeira coisa é a meditação, a primeira coisa é Deus.

 

A regularidade lhe dirá que a meta é real. Mas se for pontual, imediatamente um tipo de dinamismo estará lá.

 

Se for regular e pontual na sua meditação, você notará seu próprio progresso. Se puder meditar sinceramente, com toda a alma, num horário fixo, todos os dias, chegará um tempo em que você se tornará um especialista.

 

Depois, poderá meditar enquanto faz qualquer coisa e não precisará de um horário fixo. Finalmente você será capaz de meditar 24 horas por dia, mesmo quando estiver conversando com outras pessoas ou fazendo as várias atividades do dia a dia. Mas para isso você precisará de muitos anos de prática.

 

CANTANDO

 

Próximo à verdadeira espiritualidade está a música, a música espiritual. Se cantarmos canções espirituais, aumentaremos nossa aspiração. Ainda não podemos meditar vinte e quatro horas por dia, nem mesmo dezesseis ou oito horas. Isso é impossível para seres humanos comuns. Mas se cantarmos, mesmo sendo maus cantores, sem dificuldade poderemos fazê-lo por até três ou quatro horas. Mesmo se você tiver bem pouco talento musical, se passar quinze, dez ou mesmo cinco minutos aprendendo minhas canções, isso lhe ajudará em sua vida espiritual.

 

LEITURA

 

Gostaria de lhes dizer que uma das maneiras mais efetivas de entrar na minha mais alta consciência é ler meus escritos espirituais. Quando ler meus textos, posso lhe garantir que você imediatamente entrará em minha consciência. Meus escritos estão carregados dela. Eu não posso separar minha realização dos meus textos. Se você ler meus escritos todos os dias, obterá um conhecimento, uma visão e uma realidade mais profundos.

 

Nota: Você encontrará uma seleção de escritos de Sri Chinmoy em prosa e poesia no capítulo “Textos de inspiração”. Sugerimos que você utilize-os como parte de sua prática diária, lendo antes ou depois de sua meditação.

Filosofia para a Vida Interior

textos de Sri Chinmoy, dos sites www.meditacaosp.com, www.meditacaobrasil.com e br.srichinmoycentre.org

if-we-fearfully-cling-to-what-we-have

Deus

 

Deus é todo Amor. Deus é todo Luz. Deus é todo Beleza. Deus é tudo: Verdade, Paz, Luz, Deleite em medida infinita. Ele tem forma. Ele é sem forma. Se você experimentar Deus como Paz, dirá então que Deus é Paz. Se experimentá-Lo como Luz, dirá que Ele é Luz. Se experimentá-Lo como Amor, dirá então que Deus é Amor.

 

Como seres humanos, com nossa limitada capacidade, dizemos que Deus é isso ou aquilo. Mas Deus é, na realidade, tudo. Se quisermos experimentá-Lo como uma expansão infinita e sem forma, poderemos fazê-lo. Se quisermos experimentá-Lo como um ser muito brilhante bem na nossa frente, então Ele se tornará isso.

 

Quando você toca a Árvore-Deus, pode experimentar Paz, enquanto uma outra pessoa pode sentir Deleite. Daí você diria que Ele é Paz e a outra pessoa diria que Ele é Deleite. Mas é o mesmo Deus, a mesma Meta. Em nosso processo de alcançar a Meta, podemos vê-Lo de diferentes maneiras, mas, uma vez que A tenhamos atingido, veremos que Ele é tudo.

 

Você é o mesmo dos pés à cabeça. Ainda assim, você chama algumas partes de ouvidos, outras, de olhos. Cada parte de seu corpo tem um nome particular. Entretanto, apesar de fazer parte de um mesmo corpo, uma parte não pode executar a função da outra. Olhos vêem, mas não ouvem. Ouvidos escutam, mas não enxergam. Da mesma forma, apesar de Deus ser único, Ele Se manifesta em muitas formas.

 

Deus é ao mesmo tempo nosso Pai e nossa Mãe. Como Pai, Ele observa; como Mãe, cria. Deus não é algo a ser obtido de fora. Deus é aquilo que deve ser desdobrado de dentro. Assim como Deus está no Paraíso, Ele também está na Terra. Ele está aqui, ali, em todo lugar. Deus é a nossa parte mais elevada, iluminada e perfeita.

 

 

 

REALIZAÇÃO EM DEUS

 

Auto-realização ou Realização em Deus significa autodescoberta no mais elevado sentido do termo. É quando alguém realiza sua unicidade consciente com Deus. Até agora você já leu alguns livros e também ouviu dizer que Deus está em todo mundo. Mas quando realizar Deus, saberá como Ele é, como Ele se parece e o que Ele quer. Quando uma pessoa atinge a realização, ela permanece na Consciência de Deus e fala com Deus face a face. Ela vê Deus no finito e no infinito, vê Deus como pessoal e impessoal.

 

A realização em Deus é o objetivo de nossas vidas. Ela nunca virá ao indivíduo que é inativo. Nós devemos nos esforçar para obter nossa realização. Temos de pagar o preço por ela. Não há outra alternativa.

 

Para realizar Deus, o primeiro pré-requisito é paz. A paz baseia-se no amor: amor pela humanidade e por Deus.

 

ALMA

 

Nós somos a alma, que é ilimitada. A alma é o mensageiro refulgente de Deus em você. Ela não conhece nascimento, decadência, nem morte. Ela é eterna. Ela é imortal.

 

Sua alma é infinitamente poderosa. Sua alma desafia tempo e espaço. É a alma que representa seu natural estado de consciência.

 

Toda vez que a alma entra no campo da criação e da manifestação, ela faz uma promessa solene a Deus, o Piloto Supremo, que tentará ao máximo revelar Deus aqui na Terra. Mas, infelizmente, quando a alma vem ao mundo, o mar de ignorância tenta envolvê-la.

 

A experiência da alma só será completa quando ela trouxer toda a perfeição do Divino para a matéria.

 

Sua alma necessita de completa satisfação. Ela quer atingir essa absoluta satisfação não no Paraíso, mas aqui na Terra. Se você achar que isso é impossível, poderá continuar a dormir por alguns séculos. Mas se achar que a vida divina é possível, sua alma sussurrará em seu ouvido: “Acorde, levante-se!”.

 

Sua alma é única. Deus quer Se manifestar e Se satisfazer em você de uma maneira única. Deus tem uma Missão divina para realizar por meio de sua alma. E, para satisfazer essa Missão em particular, Ele utilizará sua alma e nenhuma outra como instrumento escolhido.

 

Você quer que sua vida esteja a serviço de Deus de modo que Ele possa cumprir Sua Missão? Então, aqui e agora, devolva o trono à sua alma. Se fizer isso, o medo o deixará, a ignorância o deixará e, finalmente, a morte o deixará.

 

CORAÇÃO ESPIRITUAL

 

Na vida espiritual, nosso tesouro é a alma. Apenas com a ajuda da alma é que conseguiremos fazer o mais rápido progresso na vida interior. E nós podemos contatar a alma apenas ao meditarmos no coração espiritual.

 

É no coração que a alma reside. Todos os caminhos levam à Meta, mas existe uma estrada que nos leva mais rápido do que as outras. Essa estrada é o coração. É mais rápida, mais segura e certa do que qualquer outra estrada.

 

A luz da alma está disponível no coração. Se nos concentrarmos no coração, mais cedo ou mais tarde, a luz da alma virá à frente.

 

O coração é como o comandante-em-chefe, enquanto a alma é a rainha. Quando a alma vem à existência, sua primeira preocupação é iluminar o coração, que, por sua vez, é sempre fiel à alma.

 

De acordo com minha realização, o coração espiritual se localiza no centro do peito, no centro de nossa existência.

 

Abra primeiro a porta do coração. Depois, dentro do coração, tente abrir a porta da alma.

 

Quando o centro do coração estiver aberto, você sentirá uma alegria, um amor e uma pureza sem fronteiras. Terá também paz e a sensação de unicidade – unicidade universal.

 

Se o centro do seu coração for totalmente aberto, durante sua meditação você experimentará o néctar divino.

 

De acordo com alguns mestres, o coração espiritual é o universo. Eles foram tão longe que o universo coube dentro do coração. Nada está além ou fora do coração espiritual.

 

Se quisermos estabelecer um acesso livre à nossa alma, temos de focalizar nossa atenção, nossa concentração, em nosso coração.

 

 

 

 

ASPIRAÇÃO

 

Aspiração é a chama interior. Ao contrário de outras chamas, essa chama não queima nada. Apenas purifica, ilumina e transforma nossa vida. Algumas pessoas têm a impressão de que desejo e aspiração são a mesma coisa. Isso não é verdade. Elas são duas coisas completamente diferentes. A diferença entre desejo e aspiração é muito simples e muito clara. A vida tem uma porta interior. Aspiração a abre. Desejo a fecha. Aspiração abre a porta de dentro. Desejo a fecha por fora.

 

O desejo quer amarrar e devorar o mundo. A aspiração quer libertar e alimentar o mundo. Desejo é a energia direcionada para fora. Aspiração é a luz que flui para dentro. O desejo diz ao homem: “Possua tudo. Você será feliz”. Pobre homem, quando ele quiser possuir uma só coisa, verá que foi capturado e possuído sem piedade por todas as coisas na criação de Deus.

 

A aspiração diz ao homem: “Realize apenas uma coisa. Essa coisa é Deus. Você será feliz”. Abençoado e afortunado homem: em seu caminho para o alto e para seu interior, muito antes de ver Deus, ele sentirá paz sublime em sua vida interior e alegria radiante em sua vida exterior. Depois sentirá que a realização do Além supremo não poderá permanecer como uma meta distante.

 

A aspiração é nossa urgência interior em transcender ambas a experiência e a realização já conquistadas. Isso é absolutamente necessário porque Deus, o Infinito, está constantemente transcendendo Sua própria Infinidade, Deus, o Eterno, está constantemente transcendendo Sua própria Eternidade e Deus, o Imortal, está constantemente transcendendo Sua própria Imortalidade.

 

A aspiração pode ser desenvolvida. É como cruzar uma rua passo a passo. Cada vez que aspiramos, realizamos nas profundezas de nossa consciência o milagre de dar as boas-vindas ao Além.

 

A vida tem uma chama interior. Essa chama interior é chamada aspiração. E quando mantivermos nossa aspiração queimando, ela irá, sem falta, transmitir seu brilho refulgente para toda a criação de Deus.

 

MEDITAÇÃO

 

Meditação é a linguagem de Deus. Se quisermos descobrir qual é a vontade de Deus com relação à nossa vida, se quisermos que Ele nos guie, modele e Se satisfaça em nós e por meio de nós, então a meditação é a linguagem que deveremos usar.

 

 

Quando achamos que somos nós que tentamos meditar, a meditação nos parece complicada. Mas a verdadeira meditação não é realizada por nós. Ela é realizada pelo nosso Piloto Interior, o Supremo, que está constantemente meditando em nós e por meio de nós. Somos apenas o recipiente e estamos permitindo que Ele nos preencha com Sua Consciência.

 

O maior objetivo da meditação é o de estabelecer nossa união consciente com Deus.

 

Meditação não significa apenas ficar sentado silenciosamente por cinco ou dez minutos. Ela requer esforço consciente. A mente tem de ser posta calma e quieta. Ao mesmo tempo, deve permanecer vigilante para que nenhuma distração penetre na forma de pensamentos ou desejos. Quando conseguimos tornar a mente calma e quieta, sentimos que uma nova criação desperta dentro de nós. Quando a mente está tranqüila e livre e quando nossa existência se torna um recipiente vazio, nosso ser interior pode pedir por paz, luz e deleite infinitos, que eles virão e preencherão nosso recipiente. Isso é meditação.

 

A meditação é um presente divino. Ela simplifica nossa vida exterior e energiza nossa vida interior. A meditação nos proporciona uma vida natural e espontânea, uma vida que se torna tão natural e espontânea que não podemos nem respirar sem estarmos conscientes de nossa própria divindade.

 

MÚSICA E MEDITAÇÃO

 

Música é a linguagem interior ou universal de Deus. Meditação e música não podem ser separadas. Próxima à meditação está a música, a música plena de alma, a música que estimula e eleva nossa consciência aspirante.

 

Quando tocamos ou ouvimos músicas espirituais, músicas psíquicas, imediatamente somos transportados para um reino mais elevado de consciência. Quando tocamos música com toda alma, vamos para o alto, mais alto, altíssimo.

 

Cada vez que ouvimos música espiritual, obtemos inspiração e deleite. Num piscar de olhos, a música pode elevar nossa consciência.

 

Cada músico espiritual está espalhando conscientemente a luz de Deus na Terra. Deus é o Músico Cósmico, o Músico Eterno. E nós somos os instrumentos Dele.

 

YOGA

 

Yoga é união. É a união da alma individual com o Eu Supremo. Yoga não é uma religião. Yoga transcende todas as religiões. É algo infinitamente mais profundo do que religião. Yoga é aquilo que nos faz sentir que Deus está dentro de nós, que Deus é nosso e que Deus é por nós. Yoga é a comunhão direta com Deus. É a linguagem de nossa vida espiritual. Se quisermos falar com Deus, comungar com Deus, a linguagem necessária para isso chama-se Yoga.

 

RELIGIÃO

 

Não existe qualquer diferença fundamental entre uma e outra religião, pois cada uma delas incorpora a Verdade última. Portanto, Yoga não interfere com qualquer religião. Qualquer pessoa pode praticar Yoga, que significa união com Deus. Entre meus estudantes, eu tenho católicos, protestantes, judeus e assim por diante. Eu peço a meus discípulos que não desistam de suas religiões. Uma vez que aceitamos a vida espiritual, nossa religião se torna o amor por Deus. Essa é a única verdadeira religião e a que deve ser praticada.

 

VIDA ESPIRITUAL

 

A vida espiritual nos diz que viemos do Divino, que vivemos no Divino e que devemos retornar ao Divino. A espiritualidade nos diz que temos tudo dentro de nós. Somente precisamos, agora, revelar o que temos por dentro.

 

A vida espiritual nos ensina algo importante. Ela nos diz que não precisamos estar presos à vida de frustração, medo e ansiedade. Ela nos diz que, se nossa vida presente está cheia de miséria, frustração, derrota e limitação, então é igualmente verdade que temos uma vida ideal, que é toda harmonia, perfeição e satisfação. A vida espiritual quer ser uma ponte viva que nos levará da vida-desejo à vida-realização.

 

Se alguém entra na vida espiritual por causa de frustração, insatisfação ou desespero, pode não permanecer nela. Hoje ele está insatisfeito com alguma coisa ou alguém, mas amanhã ele pode dizer: “Não, deixe-me tentar de novo. Talvez desta vez eu consiga satisfação”. Mas se a pessoa sente existir dentro de si algo preenchedor, algo positivo ainda não obtido, isso significa que a aspiração está lá.

 

Na vida espiritual, oraremos a Deus por Paz, Luz e Deleite. Mas mesmo que Ele não nos conceda conforme queremos, ainda assim estaremos satisfeitos. Nossa aspiração em si já nos dá alegria. Apenas diremos: “Deus sabe mais. Talvez eu não esteja pronto. É por isso que Ele não está me dando aquilo que pedi. Mas Ele me dará quando eu estiver pronto”.

 

Será um erro deplorável se sentirmos que a vida espiritual está nos afastando do mundo. Pelo contrário, é a vida interior que nos mostrará como enfrentar o mundo. É apenas a vida interior que nos mostrará como achar a verdadeira satisfação na vida exterior. É apenas a vida interior, o chamado do coração, a ondulação da alma, que poderá satisfazer tanto a nossa vida interior quanto a exterior.

 

Para um buscador espiritual, a idéia de escapar da realidade é um absurdo e uma impossibilidade, pois a espiritualidade e a realidade precisam uma da outra para ser supremamente satisfeitas. Sem o sopro da espiritualidade, a realidade é mais do que sem sentido. Os buscadores do passado sentiam que precisavam renunciar ao mundo. Mas esse tempo já passou. O buscador do mundo moderno tem de desempenhar o papel do herói divino. Primeiro ele tem de aceitar o mundo. E depois transformar o mundo. O verdadeiro buscador sente que tem de entrar na vida da humanidade, para transformar e mudar a face da Terra.

 

MESTRE REALIZADO

 

Um mestre espiritual verdadeiro, realizado é aquele que tem inseparável unicidade com o Altíssimo.

 

Às vezes, as pessoas não sabem o que esperar de uma alma realizada. Elas sentem que um mestre realizado é totalmente diferente de uma pessoa normal, que ele se comporta de maneira não usual. Mas o que ele realizou? A definitiva verdade em Deus. E quem é Deus? Deus é alguém absolutamente normal. Quando alguém se realiza no mais elevado, isso significa que ele tem Paz, Luz e Deleite em medida infinita. Isso não significa que a sua aparência exterior ou outras características serão diferentes de alguma maneira, pois Paz, Luz e Deleite estão dentro de sua consciência interior. Mesmo depois de um mestre ter realizado o mais Elevado, ele ainda come, dorme, conversa e respira como os outros.

 

O corpo externo de um Mestre pode ser muito feio, mas de seu corpo você terá um senso de Pureza – uma Pureza que nunca sentiu antes. E nos olhos dele, pode ver infinita Paz e muitas outras qualidades divinas. Você sentirá uma alegria interior nunca experimentada antes. Poderá sentir todos os tipos de qualidades divinas em um Mestre espiritual, contanto que tenha aspiração. Se você não tiver aspiração, não importa o que o Mestre tenha, ele não será capaz de dar a você.

 

Um Mestre espiritual pode não apenas entender seus problemas, mas também tem a capacidade de ajudá-lo em suas necessidades, em medida infinita. Quando você está perante um Mestre realizado, sente que ele nunca pode ser separado da sua existência interior e exterior. Sente que ele é a sua parte mais elevada e que você quer crescer dentro dele.

 

Todos os mestres espirituais verdadeiros ensinam meditação a seus discípulos e admiradores em silêncio. Quando um mestre espiritual genuíno medita, Paz, Luz e Deleite descem do alto e entram no buscador espiritual sincero. Assim ele aprende interiormente a meditar.

Concentração e meditação – o que são?

a-gratitude-heart-sunrise-pink-rose-dew-1010

Concentração, meditação e contemplação

Do livro de Sri Chinmoy, Meditação, Yoga e a Aventura da Vida

Quando queremos desenvolver força de vontade, usamos a concentração. A mente é inquieta; constantemente ela vai de uma ideia para outra. Ela não consegue pensar em uma coisa por mais de um breve minuto. Na concentração, focamos apenas num objeto ou situação. Não permitimos que nenhuma outra coisa entre na nossa mente. Caso soubermos focar nossa concentração em um ponto ou num dos nossos chakras, poderemos nos concentrar ali. Através da concentração poderemos jogar fora os muitos pensamentos inadequados e ideias não divinas que estão na mente.

Na vida espiritual, a concentração é como uma flecha. Se a dúvida entrar na nossa mente, o poder da concentração a fará em pedaços. Se o medo entrar na nossa mente, o poder da concentração afugentará o nosso medo. A concentração limpa a estrada para que o viajante possa seguir o caminho da meditação. Como podemos desenvolver o poder da concentração? Podemos desenvolver concentração ao ter uma vida disciplinada, uma vida pura.

Quando somos bem sucedidos na concentração, entramos no domínio da meditação. Quando meditamos, entramos no mar vasto, no céu vasto, e a realidade dessa vastidão entra na nossa meditação. Na meditação enxergamos o mar inteiro de uma vez só, ao passo que na concentração o obtemos gota a gota.

Na contemplação damos mais um passo. Na contemplação entramos na realidade, e a realidade se torna parte integrante da nossa vida.

 

Pergunta: Existe alguma diferença entre meditação e auto hipnose?

Sri Chinmoy: Sim. Quando meditamos, tornamo-nos um canal perfeito pelo qual a Realidade superior pode fluir. Entregamo-nos completamente à Vontade de Deus. “Seja feita a Vossa Vontade”: é esse o ápice da meditação. Trazemos a Paz, Luz e Deleite ilimitados de Deus através da nossa meditação devotada, e essa Paz, Luz e Deleite operam em e através de nós de acordo com a nossa receptividade.

Mas quando entramos no mundo da auto hipnose, tentamos impor sobre o nosso subconsciente certas ideias ou mesmo ideais. Convencemo-nos de que tal coisa aconteceu ou acontecerá. Tentamos trazer à tona, seja a partir do mundo subconsciente ou do mundo inconsciente, pensamentos que não são predominantes ou que ainda não imergiram. De forma inconsciente ou subconsciente trazemos essas ideias e nos fazemos sentir que são realidades que algum dia existiram ou que existirão no futuro próximo ou distante. Na mente subconsciente, ideais e ideias formuladas operam.

No entanto, quando meditamos devotadamente, vamos muito além do reino do mundo-pensamento. Aqui a Dança da natureza chega a um fim. Todas as ondas-pensamento cessam e enxergamos a realidade em sua forma pristina.