Ombra mai fu -Handel, tradução

Delicados e belos ramos

do meu amado plátano,

que o Destino lhes sorria.

Que o trovão, relâmpago e tempestade

nunca perturbem sua doce paz,

nem ventos uivantes o profanem.

Nunca uma sombra

de qualquer árvore

foi tão bela e adorável,

ou mais doce.

*

Frondi tenere e belle

del mio platano amato

per voi risplenda il fato.

Tuoni, lampi, e procelle

non v’oltraggino mai la cara pace,

né giunga a profanarvi austro rapace.

Ombra mai fu

di vegetabile,

cara ed amabile,

soave più.

-Handel

*

Tender and beautiful fronds
of my beloved plane tree,
let Fate smile upon you.
May thunder, lightning, and storms
never disturb your dear peace,
nor may you by blowing winds be profaned.

Never was a shade
of any plant
dearer and more lovely,
or more sweet.