Ó cega e escura noite do abismo dos nossos corações! – Sri Chinmoy, poemas.

Ó cega e escura noite do abismo dos nossos corações!

Somos os companheiros do córrego das lágrimas.

Na terra do apego aprisionador,

Chorando e sorrindo atiçamos a lamparina

Das selvagens sombras-obstrução.

Nosso mundo é uma esperança vazia, destituído.

Seremos a linguagem-mensagem

Do Tempo Sem Fim

E nos tornaremos Fome infinita,

Deleite-Néctar infinito

E Luz-Transformação da Eternidade.

~Sri Chinmoy