Uma guirlanda de poemas – Sri Chinmoy, Poemas.

Uma sequência interminável de céus

Onde ar não há.

Um anseio interior me compele a trazer

Uma guirlanda de poemas

Para adorá-Lo

O altar está vazio.

Quero preenchê-lo;

Quero cobri-lo de poema,

Uma guirlanda de poemas.

Sei que é apenas assim

Que posso esquecer dos sofrimentos e alegrias

Que devem ser esquecidos.

~Sri Chinmoy