26 de Abril – Sri Chinmoy, Reflexões

26 de Abril

Serviço é auto-expansão. Um buscador sincero serve, precisamente, porque sabe que não há e nem pode haver, nada diferente de serviço. Quando serve a humanidade aspirante, é porque a sua necessidade interior o ordena a servir.

O serviço é, frequentemente, mal interpretado. Nós sentimos que, se pretendemos servir, teremos de servir a tudo e a todos. Todavia, na vida espiritual, sabemos que o serviço deve ser prestado, somente, àqueles que estão prontos para recebê-lo. Senão, o nosso serviço será mal interpretado. Se alguém está a dormir e tenta acordá-lo, porque vê que o sol já nasceu, ele pode ficar com raiva ou importunado, dizendo: “Que direito é que tem de perturbar o meu precioso sono?” Apenas, se o nosso serviço for prestado a alguém, que deseja ser acordado ou que está pronto para ser acordado, a alguém que deseja luz ou que precisa de luz, é que o nosso serviço poderá ser, corretamente, aproveitado.

Ame a Deus
Para agradar a si mesmo.
Sirva a Deus
Para agradar- Lhe.


Reflexão “26 de Abril”, retirada do livro de Sri Chinmoy: A Jornada-Alma da Minha Vida.

ir para 25 de Abril >>

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.