Eu me curvo -Sri Chinmoy, Poemas.

Eu me curvo, me curvo e me curvo.

Aceite o correr das minhas lágrimas-coração, aceite.

Eu me curvo, me curvo e me curvo.

Aceite minha guirlanda-amor, aceite.

Eu me curvo, me curvo e me curvo.

Aceite a escuridão abundante da minha vida, aceite.

Eu me curvo, me curvo e me curvo.

Uma vez mais segure a minha mão, segure.

-Sri Chinmoy.