18 de abril: Aspire e Inspire – meditação matinal diária

palavra-do-dia-may-silence-be

Se você fizer a coisa certa, vai inspirar os outros a fazerem a coisa certa.

 

Sabemos que é realmente difícil fazer até mesmo um pequeno progresso por conta própria, na vida espiritual, na nossa vida interior e na nossa vida exterior. Portanto, temos de possuir uma paciência infinita para ver uma pequena transformação na natureza humana, ou seja, na humanidade como um todo. Não devemos perder a paciência. Apenas porque os nossos vizinhos e amigos não seguem a vida espiritual, isso não significa que nós devamos desistir. Precisamos lembrar que houve um tempo, ainda nesta encarnação ou nas encarnações passadas, em que também éramos talvez como eles, ou ainda pior. Devemos tentar ajudar as pessoas, com a ideia de que houve um tempo em que nós também não aspirávamos, não éramos espirituais, mas que pela Graça de Deus, nos tornamos espirituais. Talvez não tenhamos consciência de quem, realmente, nos ajudou. Mas houve alguém que nos ajudou na nossa jornada espiritual, no nosso despertar interior. Da mesma forma, nós também devemos tentar inspirar as pessoas. Se uma só pessoa obtiver inspiração de nós, já é o bastante.

 

Como inspirar os outros, quando a inspiração o abandona?

Fale sobre os iluminados dias de sol, que você viu incontáveis vezes

Dentro de si mesmo.

Talvez os outros nunca tenham tido, sequer, um único dia de sol.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.