22 de março: O Passado é Poeira – meditação matinal diária

poema-de-sri-chinmoy-peace-universal-peace-menaka

Ter uma consciência culpada não o faz obter luz ou sabedoria.

 

Se você fez algo que não é correto, procure então fazer a coisa certa, aquilo que é divino. Você usou para si aquele minuto, aquele segundo. Pode tê-lo usado para um propósito bom ou para um propósito ruim. Se o usou para um propósito errado, então use o próximo minuto para um propósito divino. Se utilizar este momento para um propósito divino, sem pensar no minuto prévio – quando você fez algo errado – o que acontecerá? A sua força positiva – o poder-vontade que usou para fazer a coisa certa – terá o seu poder pleno, na totalidade. Mas, se pensar no minuto passado com um sentimento de culpa, de que fez algo errado, logo no próximo minuto – quando estiver determinado a fazer a coisa certa – metade da sua força terá sido novamente perdida na escuridão e apenas metade poderá ser utilizada para a ação correta. Portanto, tente trazer à tona a sua força plena no minuto seguinte e anule o erro anterior.

 

O caminho sol-iluminado para realizar Deus

É esquecer claramente

E perdoar sabiamente as falhas do passado.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.