15 de março: Apego e Unicidade – meditação matinal diária

poema-de-sri-chinmoy-reach-of-aspiration-heart

Caso não tenha percebido, há um elo inevitável entre a vida-desejo humana e a incessante noite-frustração.

 

Não importa quão bem alicerçada é sua vida espiritual, vocêperceberá que no apego há apenas frustração. Nele, se os seus desejos não são satisfeitos, imediatamente surgirá a frustração. Na vida espiritual devemos cessar com todos os apegos. Estar liberto deles não significa que vocêdeva ser frio, indiferente e distante de todos. O apego deve ser transformado em entendimento e unicidade apropriados. Apego não é unicidade verdadeira e normalmente existe só no momento; então, uma vez longe dos olhos, longe também do coração. A verdadeira unicidade com os seres humanos é da maior importância. Na unicidade nós nunca ficamos frustrados, porque ela contemo mais forte entendimento interior, que é a iluminação.

 

Se deseja sinceramente libertar-se

Da selva-apego,

Associe-se então com os buscadores

Que têm mais fé em Deus

E mais amor a Deus

Do que você tem.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.