08 de março: O Amor-Unicidade – meditação matinal diária

poema-de-sri-chinmoy-silence-expression

Uma mente pobre reclama. Um coração rico mantém, todo o tempo, a sua unicidade com Deus, a criação.

 

Se você deseja liberdade interior, liberdade espiritual, devo dizer então, que ela está no tornar-se um com o resto da humanidade. O que você ganha com a liberdade que acalenta separando-se dos outros? Sim, devemos separar-nos da ignorância, imperfeição, limitação, escravidão e assim por diante, mas não queremos e não devemos apartar-nos da nossa alma, da realidade que é luz e deleite. Quando estamos seguindo a vida espiritual, devemos saber que a nossa verdadeira liberdade está em nos identificar com o resto do mundo, com a humanidade como um todo. Tornando-nos um, permaneceremos unidos e caminharemos unidos em direção ao Altíssimo; unidos alcançaremos a nossa Meta.

 

Meu Senhor Supremo,

Dê-me a capacidade

Para amar a realidade-corpo da Sua criação,

Exatamente da mesma forma

Que eu tenho amado

A Imortalidade-Alma da Sua Visão.

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.