02 de março: Amor e Paciência – meditação matinal diária

poema-de-sri-chinmoy-srichinmoy-death-is-not-end

Peça a Deus para que lhe conceda o mesmo amor com que Ele costuma amar a Si mesmo, para que você possa desfrutar de infinita libertação dos seus laços-ego Terra-limitados.

 

Você pode pensar que o amor não é uma arma suficientemente forte, ao passo que o ódio é como uma faca afiada. Mas não;  o poder do amor é infinitamente mais forte do que o poder do ódio, porque quando você ama alguém, naquele momento as divinas qualidades dela vêma frente. Alguém lhe fez mal; e agora, o que é que você quer fazer? Deseja puni-lo e derrubá-lo? Após derrubá-lo, o que acontecerá? Em você, há algo chamado consciência. Essa consciência o questionará. E você dirá: “O que eu fiz? Sim, ele fez algo errado, mas agora eu fiz algo pior. De que maneira sou melhor do que ele?”Vocêpode desenvolver amor diariamente se cedo pela manhã, quando se levantar, orar a Deus: “Ó Deus, na Sua criação, desejo ver apenas boas qualidades nos outros. Se as qualidades ruins estiverem à minha volta ou se as pessoas estiverem me importunando, então por favor, dê-me a paciência necessária para que eu possa permanecer repleto de paz na minha vida exterior. As pessoas podem ter feito coisas ruins a mim, mas permita-me oferecer-lhes a minha paciência.”

 

 

Paciência

É ao mesmo tempo,

 o sagrado segredo-vitória,

Tanto de Deus quanto do homem.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.