07 de fevereiro: Vencendo a Guerra – meditação matinal diária

poema-de-sri-chinmoy-try-not-to-change-world

Desde tempos imemoriais, a história tem lidado com tiranos e libertadores. Em breve terá de lidar seriamente com semeadores da paz.

 

Existem duas guerras, a interior e a exterior. A guerra interior é aquela em que o nosso ser interior ou alma luta contra as limitações, ignorância, dúvida e morte. A exterior é aquela em que o homem luta contra o homem, nação luta contra nação. A questão é: quando e como poderão essas guerras chegarem ao fim? A guerra exterior poderá chegar ao fim, apenas se a guerra interior acabar primeiro. Isso quer dizer que, quando o ser interior ou alma vence a ignorância, o medo, a dúvida e a morte, então, no mundo exterior, não haverá mais necessidade de se travar a guerra. Lutamos porque no nosso interior há desarmonia, medo, ansiedade e agressividade. Quando no nosso íntimo houver paz, alegria, plenitude e satisfação, não mais faremos guerra. A guerra exterior chegará ao fim quando a guerra interior for resolvida. Ambas estão destinadas e acabarão por chegar a um fim, no decurso da evolução humana.

 

A experiência interior de paz

É a suprema necessidade do homem.

A experiência interior de paz

É a beleza transcendental do homem.

A experiência interior de paz

É a absoluta realidade do homem.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.