14 de janeiro: A Existência Divina- meditação matinal diária

palavra-do-dia-sympathy-does-not-thinkflower-blue-sky

O ensinamento interior mostra-nos como amar a humanidade e como servir a divindade nos seres humanos.

Como podemos adquirir um amor verdadeiro pela humanidade? Para amar a humanidade, temos de ir à Fonte. A Fonte não é a humanidade; a Fonte é a Divindade. Se realmente pudermos alcançar a Fonte e amar a Divindade, veremos que a Divindade não é algo separado da nossa existência real. Primeiro temos que amar a Deus, que é a própria Divindade. Se pudermos amar a Deus, sentiremos que a nossa existência interior não pode ser separada de Deus – a nossa existência divina verdadeira e Deus são um. Então veremos o que a nossa existência exterior é. A nossa existência exterior – sendo em si personalidade divina – é a humanidade inteira. A humanidade não está nem à sua volta e nem fora de você; ela está dentro de você. Se você se tornar um com sua existência divina, verá que a humanidade inteira está dentro de você. Tudo o que está dentro de você é seu; tudo o que está fora de você, não é seu. Você pode ajudar a realização e iluminação apenas daquilo que está dentro. Portanto, sinta que a humanidade está dentro de si. Assim, você será capaz de, verdadeira e efetivamente, amar e servir a humanidade.

 

Para resolver todos os problemas,

Resolva primeiro os seus próprios problemas.

Para amar todo e cada ser humano,

Ame a Deus primeiro.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.