03 de outubro: A Capacidade e a Paciência – meditação matinal diária

meditacao-guiada-inner-compassion-outer-tolerance-better-world

Uma frágil oração traz para baixo a Graça onipotente de Deus. Tal é a magnanimidade da Compaixão de Deus.

 

Temos de sentir que somos fazendeiros divinos. Cultivamos a Terra e semeamos as sementes. Então, temos de esperar pela chuva, pela Graça divina. Um fazendeiro não obtém uma supersafra num só dia. Similarmente, um buscador espiritual não obterá a supersafra da Deus-realização num único dia. Se assim desejar, estará então tentando ou forçando além da capacidade da sua receptividade. Ele vai se frustar, naturalmente, e a essa frustração chamará de inferno. Ele precisa esperar pela Hora escolhida de Deus e permanecer satisfeito, com a ideia de que Deus Lhe dará a capacidade para meditar à Hora escolhida por Ele. É necessário paciência. Deus deu-nos a capacidade para meditar, devemos então ser gratos por Ele nos ter escolhido. Agora,  se nós puxarmos, se nós empurrarmos, a frustração surgirá; e na frustração sentiremos o inferno. Nós duvidaremos da nossa própria capacidade espiritual e da existência de Deus. Se meditarmos pelo bem de Deus, e não pelo nosso próprio bem, nunca teremos dúvida ou o sentimento de inferno.

 

Para triunfar sobre as nossas tristezas terrenas

O que precisamos

É do poder da nossa própria fé

E da Hora por Deus escolhida.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.