Um trecho de “Uma Visão Sumária dos Direitos da América Britânica” de Thomas Jefferson, endereçado ao Rei George III

Os que temem, que lisonjem eles; tal não é uma arte Americana. Dar louvor indevido pode servir bem ao venal, mas mal seria aos que afirmam os direitos da natureza humana… Abra o seu peito, senhor, a pensamentos liberais e expandidos. Que o nome de George III não seja uma mancha nas páginas da História… A arte do governo resume-se na arte de ser honesto. Dirija-se a cumprir seu dever, e a humanidade lhe dará crédito onde fracassar. Não mais persevere em sacrificar os direitos de uma parte do império aos desejos absurdos da outra; antes, propicie a todos direitos iguais e imparciais…. tal é o importante cargo que a sorte lhe confiou, manter o equilíbrio de uma grande, e talvez sereno, império…

-Thomas Jefferson