03 de agosto: O Ego Divino – meditação matinal diária

meditacao-guiada-try-not-to-change-the-world

O ego humano aborrece-nos constantemente. Mas se tivermos o ego divino que nos faz sentir: “Eu sou filho de Deus, Eu sou filha de Deus.” não seremos capazes de separar a nossa existência do resto da criação de Deus.

Deus é omnisciente, omnipotente e omnipresente. Se Ele é tudo, se Ele está em todo lugar e se eu sou Seu filho, como posso estar limitado a um lugar? Esse ego ou orgulho divinos são absolutamente necessários. “Eu não mergulharei nos prazeres da ignorância. Eu sou filho de Deus. Realizá-Lo, descobri-Lo, em mim e em todos, é o meu direito de nascimento. Ele é meu Pai. Se Ele é tão divino, então o que há de errado comigo? Eu vim Dele, do Absoluto, do Supremo; portanto, devo ser divino também.” Esse tipo de orgulho divino tem de vir à tona. O ego comum, que nos amarra constantemente, tem de ser transformado. O ego divino, o orgulho divino, aquele que reivindica o Universo, como seu mesmo, deveria ser a nossa única escolha.

 

Imaginativo eu fui;

Intuitivo me tornei;

Receptivo deverei ser;

E então chamarei por Deus

Exatamente do modo como

Deus sempre chamou por mim.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.