15 de abril: A Presença de Deus – meditação matinal diária

only-one-flag-flies-above-menaka

Seremos mais conscientes na nossa vida exterior, somente quando sentirmos que a vida exterior não possui existência sem a vida interior, a vida de luz interior. A vida interior é a fundação. Se a fundação não é sólida, a estrutura não poderá ser forte e permanente.

 

Cedo pela manhã, quando nasce o dia, devemos sentir que Deus vem primeiro na nossa vida. Por dez ou quinze minutos ou meia hora, devemos invocar a presença de Deus. A presença de Deus é constante em todo lugar; mas, se sentimos que Deus é outra pessoa, em algum outro lugar, então temos de invocá-lo do Céu altíssimo. Se sentirmos que Deus já está dentro de nós, mas escondido tão profundamente, que não podemos vê-Lo ou senti-Lo, então, teremos de orar para que Deus venha à tona. Um buscador deve invocar Deus do exterior ou, então, trazer à tona a presença interior de Deus. Quando sentir a presença de Deus, saberá que a sua vida está segura, pois a presença de Deus significa o Poder infinito, a Luz infinita de Deus.

 

A menos que aspire,

Será compelido

A permanecer um prisioneiro da confusão.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.