18 de dezembro: Erro e Perdão – meditação diária matinal

i-see-myself-as-i-am

Existem somente dois infortúnios na vida: um é não sabermos o que fazer e o outro é não conseguirmos esquecer o que fizemos.

 

Primeiro fazemos algo errado por ignorância e, então, guardamos consciência de culpa devido à nossa desfeita. Em vez disso, a primeira coisa que deve vir à mente é: “Se eu tenho o poder de fazer algo errado, então, Deus tem o poder de me perdoar.” Quando fizermos algo muito ruim, não devemos sentir que não existe força no universo capaz de anular o nosso feito. Nós fizemos algo errado, é verdade, mas Deus é infinitamente mais forte do que nós e devemos lembrar-nos de que Ele é todo Compaixão. Ao meditar, devemos sentir que Deus é todo Amor. Ele não irá punir-nos. Com a Sua Compaixão infinita Ele irá transformar-nos. Contudo, se acalentamos um sentimento de culpa, Deus não poderá vir em nosso resgate.

Você quer a sua mente culpada escondida,

Mas Deus quer trazer

Essa mente culpada para a luz

Para que algum dia Ele possa desfrutar

Da sua elevação-transformação-perfeição.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.