28 de novembro: Deus à própria maneira de Deus – meditação matinal diária

love-essential-tulip-pink

Ninguém pode ver Deus em seus próprios termos.

 

Não podemos definir Deus em termos de um sentimento ou experiência específicos. Cada um tem de experimentar Deus por si mesmo. Se dissermos que Deus é todo paz ou que Deus é todo deleite, haverá pessoas para nos contradizer. Cada um tem de definir Deus por si mesmo. Todos nós queremos satisfação. Eu tenho satisfação pela experiência da verdade e da luz e os outros também a obterão, a partir dessa experiência-realidade, embora, possam chamá-la por um nome diferente.

Não procure fazer Deus

À sua imagem.

Ele lhe agradaria,

Mas, a sua escolha-ignorância

O faria sofrer muito

Além do alcance da sua imaginação

Durante a sua jornada escuridão-deleite.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano. 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.