13 de novembro: O Clamor Interior e Exterior – meditação diária matinal

no-darkness-can-forever-remain-unmesh

Chore por dentro poderosamente. Sorria por fora devotadamente.

 

Trazemos gratidão à tona através do nosso constante choro interior. Quando precisamos desesperadamente de nome, fama, capacidade exterior, prosperidade e assim por diante, choramos exteriormente. Mas, quando choramos interiormente, temos de sentir que choramos, somente, para agradar e satisfazer a Deus à Sua própria maneira. O choro exterior é para a nossa própria satisfação, à nossa própria maneira. O choro interior é pela satisfação-Deus, à maneira própria de Deus. Se existe um choro interno constante, isso significa que tentamos agradar a Deus, satisfazer a Deus e completá-Lo à Sua própria maneira. Se pudermos chorar internamente, em silêncio, então, a nossa gratidão aumentará, porque dentro do choro interior está a morada da gratidão e dentro da morada da gratidão está Deus.

Menor do que os menores

Pode ser o templo exterior,

Aonde todo dia vou para adorar o meu Senhor.

Mas, maior do que os maiores

É o meu templo interior,

Onde todos os dias vou para orar e meditar

Com meu choro-aspiração e sorriso-dedicação,

Para me tornar um outro Deus.

 

Do livro de Sri Chinmoy, A Jornada Alma da Minha Vida – Meditações diárias para inspirar as suas manhãs em todos os dias do ano. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.