Por que, com todos seus argumentos, homens sábios questionam Deus, se Ele mostra Sua infinita compaixão… Sua Piedade. – Makhfi

Nossos caminhos nunca levaram ao jardim da realização e nossos

Famintos

Olhos nunca sorveram do Seu rosto bem aventurado… e nem uma vez

O vimos!

E… como as minhas lágrimas caíram como chuva torrencial e suspirei

E pensei que então todos os meus desejos insatisfeitos…

Lembranças

Em vão remorso, conjuravam aquele jardim em que nos encontramos,

Mas… onde agora não mais nos encontramos, digo a esse coração com

Agonia.

O que tenho a ver com essa rica mansão? Larguei fortuna

E tudo no mundo que dizem valer a pena

Ser…

e… durante este dia da minha humildade, a mim tão preciosa

como o vinha aos soberanos, seguro a taça do meu destinho

Firme.

Não se desespere, Ó Makhfi, apesar de grama alguma nascer

Neste deserto regado pelas suas lágrimas que correm pela

Noite.

Por que, com todos seus argumentos, homens sábios questionam

Deus, se Ele mostra Sua infinita compaixão… Sua

Piedade.

 

-Makhfi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.