Guirlanda de Poemas

Uma sequência interminável de céus
Onde não há ar.
Um anseio interior me compele a trazer
Uma guirlanda de poemas
Para adorá-Lo.
O altar está vazio.
Quero preenchê-lo;
Quero cobri-lo de poemas,
Uma guirdanda de poemas.
Sei que é apenas assim
Que posso esquecer dos sofrimentos e alegrias
Que devem ser esquecidas.

 

.

– Sri Chinmoy.

.

tradução
http://www.srichinmoylibrary.com/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.